Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Felicidade

Com netos, bisnetos e tataranetos, idosa de 88 anos comemora cura da Covid-19

Publicado em: 03/06/2020 17:03 | Atualizado em: 03/06/2020 21:10

Dona Amara em casa, acompanhada dos bisnetos Edson, Lucas e Juliana; e da neta, Joselaine: dia de felicidade. (Foto: Arquivo Pessoal.)
Dona Amara em casa, acompanhada dos bisnetos Edson, Lucas e Juliana; e da neta, Joselaine: dia de felicidade. (Foto: Arquivo Pessoal.)

Esta quarta-feira (3) é especial para a aposentada Amara Claudina Menezes, de 88 anos. Mãe de sete filhos, quatro bisnetos, três tataranetos e um número enorme de netos, ela celebra a vida. Ela passou as últimas duas semanas internada em um hospital, cansada, com gripe e tossindo muito. Nessa terça (2), além do alívio de deixar a unidade médica, descobriu que tinha vencido a Covid-19.

“Foi Deus quem me botou de volta na minha casa. Essa doença aí não é fácil. Eu nem sabia que tinha pegado isso. Então é um alívio ainda maior”, conta dona Amara. Ela reside, desde os 18 anos, na Vila São Miguel, em Afogados, Zona Oeste do Recife. Junto com ela moram a filha, Janair Gomes da Silva, 53, a neta, Joselaine Gomes, 31, e quatro bisnetos.

Amara começou a sentir os primeiros sintomas no Dia das Mães, 9 de maio. Uma semana depois, em 17 de maio, precisou de atendimento médico. “Ela estava muito gripada. A gente dava suco, chá e nada de melhorar. E aí ela foi ficando fraca e chamamos o Samu”, relembra a filha, Janair. 

Primeiro, a idosa foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alto Ibura. No dia seguinte, 18 de maio, foi transferida para o Hospital Provisório 2, uma das unidades da Prefeitura do Recife dedicadas a cuidar de casos suspeitos ou confirmados do novo coronavírus.

Ela precisou ficar na UTI do hospital. “Os médicos e os enfermeiros me tratavam bem. Mas é aquilo, quando a gente está internado, ninguém sabe se é dia ou noite. Eu só dormia a maior parte do tempo”, comenta dona Amara. “Agora, desde ontem que não durmo direito. Eu tenho, para mim, que é de tanta felicidade de eu ter me curado”, brinca.
Dona Amara recebeu alta do Hospital Provisório dos Coelhos nessa terça-feira (2). (Foto: Divulgação/PCR.)
Dona Amara recebeu alta do Hospital Provisório dos Coelhos nessa terça-feira (2). (Foto: Divulgação/PCR.)

Os netos Joselaine e Edson foram responsáveis por buscar ela, que é uma das 1.200 pessoas que passaram pelos hospitais de campanha da prefeitura e derrotaram a Covid-19. “Quando a gente soube que ela tava com Covid, foi uma surpresa, porque ela ficava em casa e não saía de jeito nenhum. Mas agora todos estamos em paz, juntos dela. Foi muito emocionante buscá-la”, conta a neta Joselaine.

Evangélica da Igreja Batista, dona Amara pretende fazer um culto em ação de graças, por ter sido curada. “Mas agora eu preciso descansar um pouquinho. Só tenho a agradecer a Deus, porque foi ele quem me deu essa vitória”, finaliza.

Números
A Prefeitura do Recife conta com sete hospitais de campanha para atender casos suspeitos ou confirmados da Covid-19. Ao todo, eles contam com 765 leitos, sendo 637 de enfermaria e 128 de UTI. Mais de 2,7 mil pacientes já foram internados desde que a primeira unidade extra começou a funcionar, em abril.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Itália proíbe entrada de viajantes brasileiros
10/07 Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Burro invasor de lives faz santuário de animais arrecadar dinheiro
Seminário discute novo marco legal do saneamento básico
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco