Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

TESTAGEM

Após estado ampliar critérios para testagem de Covid-19, Recife dobra número de pontos de coleta

Publicado em: 26/06/2020 19:57

 (Divulgação/Secretaria Estadual da Saúde-PE)
Divulgação/Secretaria Estadual da Saúde-PE
A alta testagem é considerada um dos elementos chave no combate à pandemia da Covid-19, que já assola Pernambuco há três meses e meio. Visando o aumento na testagem no estado, o Governo de Pernambuco já havia ampliado os critérios para acesso aos exames do novo coronavírus, algo que, agora, é reforçado no Recife, com a duplicação de unidades de saúde realizado os testes para a doença, de quatro para oito.

‘Recife, por exemplo, participando desse esforço, em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco, contribuindo para aumentar significativamente a oferta exames RT-PCR. Mas também tem outro lado, que é o da coleta de exames. Aqui na cidade, nós estamos dobrando o número de unidades de saúde que fazem o RT-PCR. Então, Recife, a partir da segunda-feira vai contar com oito postos de coleta desses exames”, explicou o secretário municipal de Saúde, Jailson Corrêa, em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira.

Com ampliamento dos critérios para a testagem de Covid-19 em Pernambuco, agora todos os sintomáticos que sejam trabalhadores de serviços essenciais têm acesso aos exames na rede pública, como explica o secretário.

“Quem faz parte do grupo de profissões ligadas a serviços essenciais, seguranças e saúde já eram, mas recente, no estado, aumentou para quem faz parte da cadeia de alimentos, de medicamentos, postos de gasolina, bancos, enfim, várias categorias que passam a ter a testagem garantida desde que as pessoas apresentem sintomas, e esse atendimento pode ser feito pelo Atende em Casa”.

AMPLIAÇÃO DO PROTOCOLO

Com uma possibilidade aventada pelo Ministério da Saúde para estabelecer um protocolo de realização de testagens em 100% dos sintomáticos, o secretário estadual de Saúde, André Longo, viu a medida como bem vinda. Porém, para Longo, ela terá que ser acompanhada por uma estrutura viável.

“Nós vemos com bons olhos, é preciso que o Ministério da Saúde, a partir do momento que assume o compromisso de fazer a testagem de 100% dos sintomáticos, dê as condições para que tal situação possa, de fato, ocorrer. Nós precisamos que haja estruturação, pelo menos de forma regional, de laboratórios e de insumos. É um desafio grande testar 100% da população sintomática, nós ainda não vemos essas condições no momento”.

Com critérios ampliados para a testagem no estado, André Longo reforçou o objetivo do governo em realizar mais exames para a Covid-19 e se mostrou receptivo a exames de diagnóstico clínico, mas reforçou que isso só será possível com a normatização do seu funcionamento.

“Com relação ao diagnóstico clínico, o diagnóstico por imagem, nós estamos também aguardando que haja uma norma técnica que normatize esse conceito para que a gente não tenha posições desencontradas entre os vários entes. A gente precisa ter um entendimento técnico de como se dará esse diagnóstico, Pernambuco tem todo o interesse, mas a gente precisa ter uma referência técnica clara de como se dará isso para poder efetivar essa política”.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rua do Bom Jesus está no topo do ranking das mais belas, diz revista americana
Destaques da semana: restaurantes vão reabrir, Bom Jesus entre as mais belas ruas e volta do futebol
10/07 Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Itália proíbe entrada de viajantes brasileiros
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco