Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Covid-19

Recife vê isolamento subir para 58% na quarentena, mas ainda estuda volta à normalidade

Publicado em: 22/05/2020 12:02 | Atualizado em: 22/05/2020 15:42

Projeto de volta à normalidade no Recife ainda está sendo elaborado, junto com o Porto Digital. (Foto: Bruna Costa/Esp. DP.)
Projeto de volta à normalidade no Recife ainda está sendo elaborado, junto com o Porto Digital. (Foto: Bruna Costa/Esp. DP.)
O índice de isolamento social médio no Recife aumentou de 51 para 58% desde o início da quarentena. Os resultados alcançados nos seis primeiros dias do quase-lockdown da capital pernambucana estão “acima do esperado” pelo prefeito Geraldo Julio. Entretanto, o plano de readequação e retomada da normalidade ainda não está pronto. As informações foram repassadas em coletiva de imprensa virtual, promovida pela Prefeitura do Recife na manhã desta sexta-feira (22). 

De acordo com o prefeito, o crescimento do índice com a quarentena colocou 106 mil pessoas a mais dentro de casa. “Os resultados estão até acima do esperado. A expectativa era de que ocorresse um aumento entre 4 e 5%, mas cresceu mais de 6%. Todas as medidas (de restrição) são sempre analisadas e estudadas. Estamos sempre observando o que todas as outras cidades vem fazendo, para saber quais as ações que estão dando certo e se elas cabem aqui na nossa cidade”, afirma.

Oficialmente, a quarentena vai até 31 de maio e, por ora, não há indicativos de que deva ser estendida. Geraldo pondera que a retomada da vida normal ainda está sendo trabalhada. “O plano está sendo feito com base em dados científicos, em uma encomenda feita pela prefeitura ao Porto Digital, que envolveu uma série de empresas e pessoas, para que a gente possa ter um maior número de dados e fazer as análises estatísticas, identificando o caminho de volta à normalidade mantendo a segurança”, contemporiza.

Durante a coletiva, foi questionado se o prefeito Geraldo Julio e o secretário municipal de Saúde, Jaílson Correia, fizeram o teste do novo coronavírus, tendo em vista que cinco membros do governo de Pernambuco - incluindo o governador, Paulo Câmara - se infectaram nesta semana. Nada foi dito sobre o prefeito. Já Jaílson comenta que não se submeteu ao exame porque não apresenta sintoma algum até o momento. 

“O prefeito não participa de coletivas de imprensa no Palácio (do governo). Faz suas entrevistas daqui (da prefeitura). Eu participo, mas estou assintomático, monitorando algum sinal que possa surgir. Portanto, não realizei nenhum teste porque não há necessidade. Continuo trabalhando normalmente e adotando todos os cuidados para evitar a infecção”, explica Jailson.
50 lojas foram fechadas pela prefeitura nos seis primeiros dias de quarentena no Recife. (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR.)
50 lojas foram fechadas pela prefeitura nos seis primeiros dias de quarentena no Recife. (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR.)

Números
Em síntese, a prefeitura está com três frentes ostensivas para garantir que a quarentena vigore no Recife, com 500 servidores participando dos trabalhos. A primeira delas é nas ruas. Do sábado passado (16) até essa quinta (21), foram realizados 16 bloqueios pela cidade. 180 mil veículos foram abordados - destes, 7.500 receberam a orientação de voltar para casa.

A outra frente é de fiscalização do comércio. 50 estabelecimentos foram fechados e outros 116 tiveram que realizar adequações às novas normas de funcionamento determinadas pela prefeitura. Ainda, foram visitadas áreas comerciais dos bairros de Casa Amarela (no sábado, 16), Nova Descoberta (na terça, 19) e Afogados (na quinta, 21), onde foram distribuídas máscaras e álcool em gel, além de ter sido dado orientações à população que ainda circulava nessas localidades.

A terceira é a social. Foram distribuídas 16 mil cestas básicas aos mais necessitados e reforçado as ações do programa Mais Vidas nos Morros, levando às dez comunidades onde está presente informações, esclarecimentos e orientações sobre o novo coronavírus. Os drones falantes da prefeitura realizaram 450 voos em áreas de difícil acesso, para reforçar a necessidade de se manter distante.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Covid-19: Brasil tem novo recorde diário de mortes
04/06: Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Destaques do dia: Indiciamento por morte de criança, coronavírus reativado e tataravó recuperada
Brasil: produção industrial despenca
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco