Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Região Metropolitana

Em seis dias, isolamento social cresce 10% nas cinco cidades em quarentena

Publicado em: 23/05/2020 14:19

 (Bruna Costa/DP Foto )
Bruna Costa/DP Foto
Uma pesquisa realizada pela empresa InLoco, especializada em tecnologia de geolocalização, revelou que a taxa de isolamento social cresceu 10% nas cinco cidades da Região Metropolitana do Recife onde foi decretada uma quarentena mais rígida. O estudo foi feito entre os dias 16 a 22 de maio.

Na sexta-feira (22), nas cinco cidades, a taxa média de isolamento social chegou aos 48,7%, contra 47,8% da última sexta-feira (15), um dia antes do início da  quarentena. Nos demais dias, os números seguem a tendência de crescimento: 60,1%, no dia 16; 63,8%, no dia 17; 53,5%, no dia 18; 52,1%, dia 19 e 52,1%, no dia 20. Percentuais que superam os dias anteriores, quando foram registrados, respectivamente, 48,1% , dia 09; 52,4%, no dia 10; 49,4%,  no dia 11; 50,1%, (12), 49,3% (13), 48,4% (14) e 50,3% (15).

Entre os dias 16 e 22 de maio, já dentro do período de quarentena estabelecido pelo decreto, a média de isolamento das cinco cidades da Região Metropolitana foi de 54,4%, contra 49,4% registrados entre os dias 09 e 15 deste mês. A pesquisa da InLoco também revelou que, no Recife, uma adesão média de isolamento social de 56,4% entre 16 e 22 de maio. Uma semana antes, essa média era de 51,1%. Em Olinda, no comparativo entre esses dois períodos, as taxas subiram de 51,3% para 56% de adesão popular às medidas da quarentena.

Em Jaboatão dos Guararapes, entre 16 e 22 de maio, foi registrado o índice médio de 53,1% de isolamento social, superior aos 47,9% auferidos na semana anterior. Camaragibe apresentou uma elevação na média de 48,8% para 53,5%, e em São Lourenço da Mata, o percentual médio aumentou de 47,7% para 52,8% na comparação entre os dois períodos avaliados.

Pernambuco:
Entre os dias 16 e 22 de maio, a pesquisa da InLoco registrou uma média de 50,5% na taxa de isolamento social em todo o estado de Pernambuco, o que representa um aumento de 3,2 pontos percentuais em relação ao período de 09 a 15 deste mês, quando o índice médio apurado pelo levantamento foi de 47,3% de pernambucanos aderindo às regras do decreto de quarentena. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Ciência e quarentena: você pode ajudar a mapear anfíbios urbanos
Movimentação no Terminal Integrado da Macaxeira
A pandemia em Pernambuco - resumo de 27/05
Uma ideia na cabeça e uma caixa no corpo
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco