Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

SOLIDARIEDADE

Davi Fernandes, garoto superdotado, recebe doações para ajudar no material de estudo

Publicado em: 22/05/2020 16:19 | Atualizado em: 22/05/2020 16:34

 (Foto: BRUNA COSTA/ESP DP)
Foto: BRUNA COSTA/ESP DP
Uma mente brilhante acaba de ganhar a possibilidade continuar sua jornada. Davi Fernandes da Silva, 12 anos, foi um um dos afetados pela paralisação das atividades escolares em meio à pandemia. O garoto, que é um dos 13.308 superdotados do Brasil, identificados pelo Censo Escolar 2014 do Ministério da Educação (MEC), estava enfrentando dificuldades para acompanhar os estudos feitos através de um celular antigo e com a “bateria viciada”. Após a matéria divulgada no Diario nesta sexta-feira (22), Davi ganhou um fôlego a mais para continuar sua jornada e participar do programa Pequenos Gênios, após doações de equipamentos e uma vaquinha online que já arrecadou cerca de 2.000 reais até o momento.

Dayanne Carolina, amiga da família que está ajudando a mobilizar a vaquinha conta que, após ter a história contada no jornal, muitas doações foram feitas para ajudar a família. “Hoje já consegui um notebook, que uma mãe de uma amiga dele se disponibilizou a comprar parcelado e o dinheiro que temos dá pra pagar quatro parcelas. O que for entrando na Vaquinha Online vamos repassando o dinheiro pra ajudar na alimentação dele, até porque os 600 reais do auxílio emergência é complicado pra se sustentar. Mas as ajudas estão vindo”. 

Um dos primeiros grandes sinais da excepcionalidade de Davi foi quando ele leu a Bíblia Sagrada, do Gênesis a Apocalipse, aos 5 anos de idade. Por sua inteligência acima da média, conseguiu “pular” três anos de colégio e conseguiu uma bolsa de 100% em um colégio particular da cidade.  O garoto já apareceu em programas de TV e matérias em jornais.
 
A situação dos seus estudos e atividades estava ameaçada pelas condições financeiras que a família enfrenta, estando a mãe com o trabalho suspenso, e o pai, técnico em química, desempregado. Além das aulas no colégio particular, Davi participa de aulas de robótica ofertadas pela Prefeitura do Recife e aulas de inglês oferecidas pela Universidade Federal de Pernambuco, ambas suspensas. 

SERVIÇO
Para ajudar acesse o site: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajude-o-incrivel-davi.
Ou contato com Conceição, pelo telefone: 99720-4867.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Polícia Federal apreende drogas enviadas por encomenda
02/06: Manhã na Clube com Rhaldney Santos
A pandemia em Pernambuco  destaques de 01/06
01/06: Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco