Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Balanço

Pernambuco: Sobe para 57 o número de casos confirmados de coronavírus

Publicado em: 27/03/2020 16:21 | Atualizado em: 27/03/2020 16:37

 (Foto: Thibault Savary/AFP
)
Foto: Thibault Savary/AFP
Nas últimas 24 horas, a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) registrou mais nove casos do novo coronavírus, totalizando 57 casos confirmados, distribuídos por seis municípios, além do arquipélago de Fernando de Noronha, de acordo com balanço divulgado nesta sexta-feira (27). Há ainda ocorrências de pacientes em outro estado e países.

No balanço dessa quinta-feira (26), o estado tinha 48 casos confirmados, ou seja, houve um aumento de 19% nas últimas 24 horas. De ontem para hoje, uma nova paciente se recuperou da doença, passando para sete o número de pessoas curadas no estado. Todas as pessoas recuperadas são do sexo feminino. Ao todo, 13 pacientes estão hospitalizados, sendo seis com suporte Intensivo (UTI/CTI). Outros 32 estão em isolamento domiciliar.

Fernando de Noronha registrou, nesta sexta, o primeiro caso confirmado do novo coronavírus. Trata-se de um homem de 48 anos, funcionário de uma empresa terceirizada, que está em isolamento em alojamento da empresa.

Todas as pessoas que tiveram contato com o paciente, um total de 11, estão sendo monitoradas e foram colocadas em quarentena, em quartos isolados e diferentes. O grupo está sendo testado para evitar a propagação do vírus.

Morte

Pernambuco confirmou, laboratorialmente, mais uma morte pela Covid-19 nesta sexta. Trata-se de um homem de 82 anos, residente do bairro Vasco da Gama, no Recife, que morreu na última quarta-feira (25). O idoso, que deu entrada no Hospital dos Servidores do Estado (HSE) na terça (24), não apresentava histórico de viagem ou contato com caso suspeito ou confirmado, ou seja, trata-se de um caso de transmissão comunitária.

O paciente, levado ao serviço hospitalar pelo Samu com baixa saturação de oxigênio cerebral, foi entubado na unidade de terapia intensiva (UTI) e teve amostras coletadas, após a morte, para a identificação do vírus Sars COV-2. O recifense era diabético, hipertenso e tinha histórico de infecção do trato respiratório. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), ele recebeu assistência médica e priorização por ser considerado um caso de síndrome respiratória aguda grave (Srag). O idoso, no entanto, teve uma piora do quadro clínico, evoluindo para o óbito.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Erupção de vulcão na ilha de Java deixou 34 mortos
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT/PE), Almir Mattias e Renata Berenguer
Laboratório anuncia teste para diferenciar o coronavírus da gripe A e B
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Márcia Horowitz e Andreia Rodrigues
Grupo Diario de Pernambuco