Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Saúde

Paulista suspende vacinação contra influenza em idosos

Publicado em: 23/03/2020 21:16 | Atualizado em: 23/03/2020 21:28

 (Foto: Leandro de Santana/Esp. DP)
Foto: Leandro de Santana/Esp. DP
A Secretaria de Saúde de Paulista, município localizado na Região Metropolitana do Recife (RMR), informou que campanha de vacinação da H1N1 em idosos e profissionais da saúde foi suspensa temporariamente. De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura, todas as vacinas disponibilizadas pela Secretaria da Saúde de Pernambuco (cerca de 16 mil) foram utilizadas apenas na manhã desta segunda-feira (23). O alto índice de vacinados se deu, em parte, por conta temor pelo coronavírus.

Ainda de acordo com a comunicação, o município tem uma população de idosos estimada em 32 mil. Assim, cerca 50% da moradores da terceira idade foram contemplados. Ainda não existe data prevista para retomar as atividades de vacinação, o que só poderá ser feito caso o governo federal mande uma nova remessa de vacinas para o governo municipal.

Procurada pela reportagem, a Secretária de Saúde (SES-PE) do governo afirmou que o  Programa Estadual de Imunização (PNI-Pernambuco) recebeu do Ministério da Saúde cerca de 77 mil doses da vacina, o que equivale a 19% do necessário para todos os grupos prioritários do Estado.

"Como nesta primeira etapa a vacinação é exclusiva para trabalhadores de saúde e idosos, o quantitativo representa 50% das doses para este grupo. Todo este quantitativo já foi distribuído para os municípios pernambucanos", diz a nota. Nesta terça (23.03), outros 5% (176 mil) foram entregues e já estão sendo encaminhadas às cidades.
Nesta segunda-feira (23), a Prefeitura de Paulista também suspendeu a entrega de kits merenda, que seria realizada nesta terça-feira (24). De acordo com a Secretaria de Educação do município, o motivo seria a "dificuldade apresentada pelos fornecedores em adquirir e embalar todos os produtos do kit". A nova data de início da distribuição do kit merenda será anunciada.

Confira a nota da Secretária de Saúde na íntegra
"O Programa Estadual de Imunização (PNI-Pernambuco) informa que o Ministério da Saúde (MS) encaminhou ao Estado, para o início da campanha contra a influenza, 577 mil doses da vacina, o que equivale a 19% do necessário para todos os grupos prioritários do Estado. Como nesta primeira etapa a vacinação é exclusiva para trabalhadores de saúde e idosos, o quantitativo representa 50% das doses para este grupo. Todo este quantitativo já foi distribuído para os municípios pernambucanos.

Nesta terça (23), outros 5% (176 mil) foram entregues e já estão sendo encaminhadas às cidades. Importante informar que, neste ano, a campanha contra a influenza será feita em três fases, de acordo com o público-alvo a ser vacinado, e as doses serão enviadas gradualmente pelo Ministério da Saúde (MS), responsável pela aquisição do insumo e repasse aos Estados.

Diante disso, o PNI-Pernambuco reforça a necessidade dos municípios obedecerem os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde sobre a população a ser imunizada em cada fase, para evitar desabastecimento. Além disso, destaca a importância do cadastro das doses feitas no sistema de imunização.

ETAPAS
Nesta primeira etapa, Pernambuco tem uma população a vacinar de 1148115. Além dos idosos e profissionais de saúde, poderão ser vacinados, entre 16 de abril e 08 de maio, professores das escolas públicas e privadas e profissionais das forças de segurança e salvamento, além das pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, que devem apresentar prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina.

A terceira etapa, entre 9 e 22 de maio, serão contempladas crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. Nessa última fase, ainda foram acrescidos os adultos de 55 a 59 anos de idade e pessoa com deficiência (física, auditiva, visual, intelectual ou múltipla), inclusos na campanha contra a influenza neste ano. A meta é vacinar, no mínimo, 90% desse contingente".
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Eriberto Medeiros (PP), presidente da Alepe
Unicap continua com as inscrições abertas para Vestibular 2022
Bruno Becker, da chapa Náutico Sustentável, divulga projetos para o Timbu
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Romero Sales Filho (PTB)
Grupo Diario de Pernambuco