Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Polícia

Mercadinho é invadido e saqueado no Arruda

Publicado em: 25/03/2020 11:45 | Atualizado em: 25/03/2020 14:39

Segundo a PM, estabelecimento foi saqueado por volta das 22h dessa terça (24). (Foto: Cortesia/Whatsapp.)
Segundo a PM, estabelecimento foi saqueado por volta das 22h dessa terça (24). (Foto: Cortesia/Whatsapp.)

Um mercadinho foi invadido e saqueado na noite dessa terça-feira (24), no bairro do Arruda, Zona Norte do Recife. De acordo com a Polícia Militar (PM), um grupo de cinco pessoas encapuzadas arrombaram o estabelecimento, localizado no cruzamento da Rua Zeferino Agra com a Rua das Moças, furtando mercadorias. Em vídeo que viralizou nas redes sociais, é possível ver que um painel sendo retirado de dentro do local, com produtos sendo arrancados.

A reportagem não conseguiu conversar com o proprietário do mercadinho para comentar o assunto. Mas de acordo com funcionários, que não quiseram se identificar, além dos produtos saqueados, um computador também teria sido furtado na ação. Vizinhos do estabelecimento reclamam da insegurança nos arredores, como Gilberto, de 58 anos. "Aqui fica um deserto de noite. Quando dá 17h, não fica mais ninguém na rua. A farmácia aqui perto está fechando mais cedo, a padaria anteontem foi arrombada também. É segurança que não tem”, diz.

“Ontem aqui na frente passou apenas um carro da polícia às 10h. Polícia para passar aqui é a coisa mais difícil do mundo. Nem na própria casa da gente temos mais segurança”, acrescenta o morador, que também relata dificuldades no acesso a produtos e serviços. “Para comprar alguma coisa, a gente precisa quase sair do bairro. E se os que têm aqui fecham as portas, vai acontecer o quê? Vai ter saque. Já basta a calamidade que estamos enfrentando", lamenta.

A PM foi acionada por volta das 22h dessa terça. Ao chegar no local, o dono do mercadinho relatou o saque, mas sem conseguir quantificar o prejuízo nem delimitar exatamente o que foi roubado. Equipes do 13º Batalhão da PM, responsável pelo policiamento da região, realizaram diligências para localizar o grupo mas, até a última atualização desta matéria, ninguém foi preso.

Em nota, a Polícia Civil informa que não houve registro de queixa. O delegado de Água Fria, Francisco Lucena, foi até o mercadinho para tentar conversar com o dono, sem sucesso. “As diligências continuam. É fundamental, nesse e em qualquer momento, que a população colabore com as polícias, prestando queixas e fornecendo informações sobre os crimes e suspeitos. Essa parceria é essencial para a efetividade da segurança pública”, destaca a instituição.

Denúncias também podem ser feitas de forma anônima pelos telefones 181 e 0800-081-5001. “As forças de segurança estão atuando, de forma integrada, sob coordenação do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), para prevenir e coibir qualquer tipo de ação criminosa em Pernambuco, incluindo os crimes patrimoniais, casos de arrombamentos, saques e roubos”, reforça a Polícia Civil.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Eriberto Medeiros (PP), presidente da Alepe
Unicap continua com as inscrições abertas para Vestibular 2022
Bruno Becker, da chapa Náutico Sustentável, divulga projetos para o Timbu
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Romero Sales Filho (PTB)
Grupo Diario de Pernambuco