Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Influenza

Idosos enfrentam fila para receber vacina contra gripe

Publicado em: 23/03/2020 11:28

 (Foto: Leandro de Santana/DP.)
Foto: Leandro de Santana/DP.
A aposentada Maria Nerci da Rocha, de 73 anos, decidiu tomar a vacina contra o vírus Influenza no primeiro dia da Campanha Nacional. No início da manhã desta segunda-feira (23), ela foi até a Escola Municipal Sítio do Céu, no bairro de Santo Amaro, no Centro do Recife, para receber a dose. Maiores de 60 anos são o público-alvo desta primeira etapa de vacinação contra gripe. Apesar de não proteger contra o novo coronavírus, a procura pela vacina da gripe está intensa, como consequência da maior atenção aos cuidados com a saúde e higiene diante da pandemia.

"Sou diabética e hipertensa, o que dificulta o controle de outras doenças e me deixa no grupo de risco do novo coronavírus. Também sofro de asma, então preferi me vacinar o quanto antes porque para uma pessoa como eu, a gripe provoca cansaço e o tratamento é mais demorado", conta Maria Nerci. Quem precisar sair de casa para se vacinar, deve respeitar as medidas de restrição social divulgados pela Prefeitura do Recife e o Governo do Estado, mantendo distância de 1,5 metros, cobrir o rosto com lenço ou antebraço ao tossir e espirrar, lavar as mãos com frequência e utilizar álcool gel.

Neste ano, a vacina protege contra os três tipos de vírus que mais circulam: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2). A comerciante Maria José de Alcântara, de 62 anos, é moradora do bairro de Santo Amaro e também recebeu a dose do imunizador. Para ela, as medidas de prevenção adotadas durante a campanha, como a distância entre as pessoas na fila, pode fazer diferença na diminuição de adoecimento. "Esperei na fila, mas o atendimento foi rápido. Estou evitando sair ao máximo. Meu comércio é dentro da minha casa, então redobrei a limpeza. Quanto menos tempo a gente fica na rua, menos o vírus circula", comenta.

Durante a manhã, uma extensa fila de idosos se formou na rua Barão de Souza Leão, em Boa Viagem, na Zona Sul, em frente à Escola Estadual Brigadeiro Eduardo Gomes. Na Zona Norte, a Unidade Básica de Saúde (UBS) Ponto de Parada, localizada na rua Ramiz Galvão, no bairro do Arruda, também registrou maior movimento, tanto de idosos, como de profissionais da saúde. Além dos 160 postos de saúde do Recife, estão sendo utilizadas 40 escolas municipais para aplicação das doses para distribuir a população evitando aglomeração. A imunização será de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A lista dos locais de vacinação está disponível no site da Prefeitura do Recife

O dia D de mobilização nacional para a vacinação acontece no dia 9 de maio. A vacinação, inclusive, pode facilitar o diagnóstico da Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, segundo conta a diretora-executiva de Atenção Básica à Saúde do Recife, Ana Sofia Costa. "A imunização da Influenza vai facilitar o diagnóstico e ajudar os profissionais de saúde a direcionarem os pacientes. Os sintomas de gripe são muito parecidos e nosso objetivo, nesse momento, é reduzir a quantidade de internamentos.

No Recife, cerca de 500 mil pessoas fazem parte do público-alvo da campanha de acordo com o Programa de Imunização do Recife. A meta é vacinar pelo menos 90% dessa população. De acordo com a Secretaria de Saúde do Recife, no ano passado, Recife ultrapassou a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde e vacinou 485 mil pessoas. "O grupo de idosos sempre atinge a meta de vacinação e, desta vez, não será diferente. Sem dúvida teremos uma boa adesão. O vírus Influenza também tem seus riscos, que podem ser agravados e por isso é tão necessário se proteger", comenta a superintendente das Doenças Imunopreveníveis e Imunizações da Secretaria Estadual de Saúde, Ana Catarina de Melo.

A partir do dia 16 de abril, se inicia a segunda fase da campanha anual para os professores de escolas públicas e privadas, pessoas com doenças crônicas não-transmissíveis e profissionais das forças de segurança e salvamento. Na última etapa, entre os dias 9 e 23 de maio, serão imunizadas as crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, mulheres que tiveram filho há até 45 dias, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em cumprimento de medida socioeducativa, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, pessoas com deficiência e adultos de 55 a 59 anos. 

Quem for até as unidades de saúde deve levar um documento de identificação, carteira de vacinação e o cartão SUS. Parte do público-alvo precisa apresentar também documentos que provem a necessidade da imunização. Os profissionais das redes públicas e privadas de saúde, por exemplo, devem levar comprovantes laborais, como crachás ou carteira de trabalho.

A Secretaria de Saúde do Recife, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos, começou, também nesta segunda, a vacinação para pessoas em situação de rua da capital. A ação acontece nos dois Centros de Referência Especializados para População em Situação de Rua (Centros Pop): o Centro Pop Glória, em Santo Amaro, e o Centro Pop Neuza Gomes, na Madalena, além do Abrigo Noturno Irmã Dulce, no bairro de São José. O atendimento também acontecerá de forma itinerante em todas as áreas da cidade.

 (Foto: Divulgação.)
Foto: Divulgação.

Olinda
Para evitar aglomerações, a Secretaria de Saúde de Olinda está descentralizando a distribuição das vacinas. Além das Unidades Básicas de Saúde e policlínicas, o município implementou o serviço de vacinação por Drive Thru. Ou seja, os pacientes chegam de carro, recebem a vacina sem descer do veículo e seguem para casa. O método, além de dar maior agilidade no atendimento, evita o contato entre as pessoas.

Os serviços de Drive Thru de vacina estão funcionando no estacionamento Shopping Patteo e no Fortim do Queijo. Ao todo, serão 15 pontos de vacinação que irão operar de segunda a sexta, das 8h às 17h. Os moradores de Olinda ainda podem agendar a vacina por Whatsapp, através do número (81) 99256.3467.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Verão inspira cuidados com a saúde e alimentação
Resumo da semana: enfim, a vacina, posse de Biden e cerco contra os fura-filas
Rede de voluntários faz diferença em Manaus
Enem para todos com o professor Fernandinho Beltrão - Algas e fungos
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco