Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Decreto

Guarda Civil de Olinda já fechou mais de 30 lojas não essenciais

Publicado em: 27/03/2020 11:36

Fechamentos foram realizados no fim de semana. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Olinda.)
Fechamentos foram realizados no fim de semana. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Olinda.)
Entre 21 e 26 de março, a Prefeitura de Olinda fechou 34 estabelecimentos comerciais considerados não essenciais, como lojas de roupas e sapatos, além de 23 lanchonetes e 18 bares em funcionamento regular. Esses espaços estão proibidos de funcionarem por força do decreto estadual 48.832, que restringe a circulação desnecessária de pessoas durante a pandemia do novo coronavírus. 

A maior parte desses fechamentos aconteceu durante o fim de semana, segundo o secretário de Segurança Urbana de Olinda, coronel Pereira Neto. “No primeiro dia, a gente realmente teve um trabalho muito grante. As pessoas ainda não tinham um perfeito conhecimento do decreto. Mas, agora, quando você passa pela cidade, percebe que entenderam. Ontem estivemos pelas periferias do município e o trabalho da Guarda Civil transcorreu sem alteração”, conta.

No último fim de semana (sábado, 21, e domingo, 22), as equipes da Guarda Civil Municipal concentraram esforços nos 9 quilômetros da orla de Olinda, nas praias dos Milagres, Bairro Novo e Rio Doce, fiscalizando ambulantes, restaurantes e aglomerações de pessoas, que insistiam em utilizar os espaços como lazer - o decreto liberava apenas para a prática de esportes.

De acordo com a Secretaria, os restaurantes da Avenida Ministro Marcos Freire (Beira Mar) estavam funcionando como orientava o decreto, apenas no serviço de entregas (delivery). Treze comerciantes informais tiveram que suspender suas atividades, além de quatro quiosques fechados.

Além da fiscalização, um carro de som da Secretaria de Comunicação também circulou para orientar as pessoas. A Guarda Municipal também utiliza dois drones para sobrevoo em áreas comerciais, que funcionam como direcionador para as equipes.

Balanço
- Comércio ambulante na praia: 28 ambulantes foram orientados e proibidos de exercerem atividade comercial na praia;
- Quiosques fechados na praia: 6;
- Orientações em casa lotéricas: 12:
- Orientações e cessação de atividades de mototáxi: 16;
- Estabelecimentos não essenciais fechados: 34
- Lanchonetes fechadas: 23
- Barbearia fechada: 4
- Bancas de jogo de bicho fechadas: 11
- Salões de beleza fechado: 4
- Bares fechados: 18
- Espetinhos fechados: 6
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Erupção de vulcão na ilha de Java deixou 34 mortos
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT/PE), Almir Mattias e Renata Berenguer
Laboratório anuncia teste para diferenciar o coronavírus da gripe A e B
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Márcia Horowitz e Andreia Rodrigues
Grupo Diario de Pernambuco