Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Segurança

Coronavírus: Governo recebeu mais de 3 mil denúncias sobre descumprimento de medidas

Publicado em: 23/03/2020 17:15

Movimentação na Avenida Rio Branco, no Bairro do Recife, Zona Central da capital. (Foto: Paulo Paiva/DP )
Movimentação na Avenida Rio Branco, no Bairro do Recife, Zona Central da capital. (Foto: Paulo Paiva/DP )
Desde que os decretos estaduais para enfrentamento do coronavírus passaram a vigorar em Pernambuco, cerca de 3409 denúncias relacionadas a descumprimento das medidas chegaram ao governo do estado, através do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) da Secretaria de Defesa Social (SDS). As medidas começaram a entrar em prática na última quarta-feira (18). A maior parte dessas ocorrências, cerca de 2038, foram no último domingo (22). As denúncias estão sendo feitas através do serviço telefônico 190. Oito pessoas foram conduzidas a delegacias, na RMR ou interior, por terem desobedecido às normas estaduais de restrição relacionadas à pandemia. Os dados foi divulgados nesta segunda-feira (23).

Desses chamados recebidos no domingo, quase metade reportava denúncias de aglomeração de pessoas. Outros 627 davam conta de funcionamento irregular de bares, restaurantes, lanchonetes e similares. Conforme um dos decretos, esses estabelecimentos só podem oferecer serviço de entrega no próprio local ou em domicílio. Em seguida, aparecem as denúncias sobre funcionamento de comércio, com 160 casos. Desde o sábado (21), apenas serviços essenciais, como supermercados, farmácias e unidades de saúde, podem funcionar no Estado, conforme o Decreto Estadual nº 48.832, de 19 de março, que também limita o uso das praias.

O quarto tipo de chamado mais frequente ao 190 foi relativo ao funcionamento de igrejas, com 149 denúncias. A utilização coletiva de áreas de lazer motivou 46 reclamações feitas ao Ciods, enquanto as queixas relacionadas com a realização de eventos somaram 27 ocorrências. Quatro denúncias deram conta do funcionamento de empresas e uma outra tratou de um protesto. Dois outros casos foram classificados como outras ocorrências.

Fiscalização 
No último domingo, foi realizada a Operação Bar Seguro, um trabalho de monitoramento nas ruas com o Corpo de Bombeiros Militar (CBMPE) e a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE). A ação foi realizada na Região Metropolitana e na capital, tendo como objetivo fiscalizar bares, restaurantes e congêneres para o cumprimento do Decreto Estadual nº 48.832, de 19 de março último. Ao todo, foram fiscalizados 66 estabelecimentos, com emprego de 20 viaturas do CBMPE e da Operação Lei Seca. De acordo com a SDS, nenhum estabelecimento precisou ser interditado.

"É preciso que a população se conscientize e entenda que as medidas determinadas pelo Governo do Estado são para a segurança de todos", ressalta o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antonio de Pádua, em comunicado à imprensa. "Os policiais militares e bombeiros militares de Pernambuco estão nas ruas para orientar e pedir a colaboração dos cidadãos nesse esforço que toda a sociedade precisa empreender, a fim de garantir a saúde e integridade dos pernambucanos. Os policiais civis e da Polícia Científica também estão trabalhando nessa linha de frente, assegurando o serviço essencial que é o da segurança pública."
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Eriberto Medeiros (PP), presidente da Alepe
Unicap continua com as inscrições abertas para Vestibular 2022
Bruno Becker, da chapa Náutico Sustentável, divulga projetos para o Timbu
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Romero Sales Filho (PTB)
Grupo Diario de Pernambuco