Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

MEDIDA

Apesar de decreto de Bolsonaro, igrejas devem manter atividades suspensas

Publicado em: 26/03/2020 18:35 | Atualizado em: 26/03/2020 23:47

 (Shilton Araujo/Esp.DP)
Shilton Araujo/Esp.DP
Após a publicação do decreto federal incluindo atividades religiosos como essenciais, as igrejas de Pernambuco afirmam que continuarão evitando missas e cultos - que não foram liberados pela decisão do presidente Jair Bolsonaro - e priorizando o atendimento individualizado. 

Diante deste cenário, a reportagem do Diario de Pernambuco conversou com entidades religiosas do Estado, que acenaram para manutenção das aividades suspensas. Procurada, a Igreja Universal “reiterou” que seguem as medidas sugeridas pelo Pasta de Saúde para todos os seus templos; a Igreja Católica continua na mesma linha, levando em conta as recomendações da OMS; assim como o Templo Mórmon, que tem suas reuniões suspensas por tempo indeterminado; a Federação Israelita de Pernambuco; a Igreja Presbiteriana; e a Igreja Batista.

A Igreja Internacional da Graça de Deus, por sua vez, segue nos próximos atendendo às diretrizes impostas pelo Governo do Estado, como limite de dez pessoas e respeitando a distância de 1,5 metro, mas no domingo pode haver mudança da postura por meio de posicionamento do pastor R.R Soares em rede nacional. Quanto à Assembleia, o Diario não obteve sucesso nas tentativas de contato. Confira, abaixo, o posicionamento de cada uma delas.

 Igreja Universal do Reino de Deus
“Para que se evite a aglomeração de pessoas, nas localidades onde está proibida a realização de cultos em templos religiosos, a Universal está aberta apenas para orações individuais e auxílio espiritual, e observando todas as cautelas sanitárias”, explicou em nota oficial, afirmando que os cultos podem ser feitos normalmente pelas plataformas virtuais. “A Universal continua recomendando que as pessoas com mais de 60 anos de idade permaneçam em casa, conforme indicam as autoridades sanitárias”.

Igreja Católica
“A Arquidiocese de Olinda e Recife informa que continuam valendo em seu território eclesiástico as orientações anteriormente emitidas, até segunda ordem. A Organização Mundial de Saúde, por exemplo, continua recomendando e até reforçando a quarentena, assim como a quase totalidade dos governos no mundo. Intensifiquemos nossas orações pelo diálogo imparcial que vise a prioridade pela vida”, informou em nota assinada por Dom Fernando Saburido.

Templo Mórmon
Com apenas um templo, localizado no bairro do Parnamirim, e várias capelas, a reportagem tentou entrar em contato com o assessor de imprensa, Orson Lemos, mas não obteve sucesso. No entanto, uma fonte ligada à entidade reafirmou que as entidades seguem suspensas. “Muito antes de a OMS já começar as recomendações nós estávamos seguindo. Nosso templo e as capelas não estão tendo movimentos, seguimos parados por tempo indeterminado”.

Federação Israelita de Pernambuco
"Desde o primeiro momento, as instituições estão fechadas e as atividades presenciais não estão acontecendo para evitar as aglomeraçõs. Estamos mantendo as atividades que possam ser feitas à distância", afirmou Sâmia Schetchtman Sette, presidente da entidade.

Igreja Presibetiriana
"A nossa decisão é manter nossos cultos em casa, através das redes sociais e plataformas digitais. A fé não imuniza ninguém", disse Pastor Guilherme Franco.

Igreja Batista
"Que façam o atendimento através de telefone, mídias sociais. E que reuniões de pequenos grupos sejam feitas através de vídeo-conferência, atendendo as recomendações do Ministério da Saúde", falou o pastor Alberto Cristiano de Freitas, presidente da convenção Batista de Pernambuco"

Igreja Internacional da Graça de Deus
"A igreja está fechada para cultos e só abre para atendimentos, sem aglomerações", disse uma fonte ligada à entidade sobre a situação atual. Quanto ao decreto, afirmou que até o fim de semana pode haver novidade. “O nosso pastor ainda vai tomar essa decisão, mas por enquanto estamos seguindo a medida de não fazer reunião, mas por enquanto. Vamos realmente tomar essa decisão no domingo. Essa semana segue fechada até ordem do nosso missionário. Vamos depender do que ele anunciar, se for para abrir a igreja normal, iremos abrir". 

 Igreja Evangélica Assembleia de Deus
A reportagem tentou ao longo de todo o dia entrar em contato acerca da conduta após o decreto assinado por Bolsonaro, mas não obteve retorno.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #Aulão: tudo sobre botânica
Rhaldney Santos entrevista a oftalmologista Larissa Ventura
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #259 O que é uma planta?
Rhaldney Santos entrevista o desembargador do TJPE Erik Simões
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco