Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Saúde

Dia D de vacinação contra o sarampo acontece no próximo sábado (15)

Publicado em: 13/02/2020 20:39 | Atualizado em: 13/02/2020 20:48

 (Foto: Tarciso Augusto / Esp. DP Foto.)
Foto: Tarciso Augusto / Esp. DP Foto.

Neste início de ano, já foram confirmados 11 casos de sarampo em Pernambuco, todos na Região Metropolitana do Recife (RMR). Como forma de prevenir contra o vírus, neste sábado (15), acontece o Dia D de vacinação, com a abertura das salas de vacina e de pontos volantes em Pernambuco. No estado, de acordo com o Ministério da Saúde, cerca de 70 mil pessoas entre 5 e 19 anos ainda precisam ser imunizadas. Essa será a faixa etária contemplada com o Dia D.  
 
A campanha é seletiva, ou seja, só precisa tomar a vacina tríplice viral (que protege contra sarampo, caxumba e rubéola) quem nunca tomou ou não tenha comprovação de ter completado o esquema vacinal recomendado, seja na infância ou em outro momento da vida. Para essas faixa etária de até 19 anos, são necessárias duas doses da tríplice, com um intervalo de 30 dias entre elas. A Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife estima que haja em torno de dez mil pessoas com 5 a 19 anos não vacinadas contra o sarampo na capital.
 
Esta fase da campanha vai até o dia 13 de março. Já a próxima etapa será realizada de 3 a 31 de agosto, com foco em adultos de 30 a 59 anos. No ano passado, a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo focou nas crianças de 6 meses a 4 anos e, num segundo momento, nos jovens de 20 a 29 anos. Agora o MS priorizará a vacinação justamente nas crianças e jovens que não foram público-alvo da campanha do ano passado. 
 
"Em 2019 confirmamos mais de 80 casos de sarampo no público prioritário desta campanha. Neste ano, já temos um caso confirmado. Esses dados só confirmam a importância desses pernambucanos manterem a caderneta de imunização atualizada. Estamos estimulando os municípios a realizarem ações focadas nessa população e convocando os pais ou responsáveis a aderirem ao Dia D. Precisamos do esforço de todos os entes da sociedade para conseguir quebrar a cadeia de transmissão do sarampo em Pernambuco", ressaltou o secretário de saúde do estado, André Longo.

De rotina, 98 mil doses da vacina contra o sarampo são distribuídas para os municípios pernambucanos mensalmente. Neste mês de fevereiro, o quantitativo subiu para 147 mil. As pessoas entre 5 e 19 anos devem ter duas doses da tríplice viral para estar devidamente protegidas. Durante a campanha, é possível iniciar ou finalizar o esquema com a dose que falta. Quem já tomou as duas doses não precisa mais se preocupar.
 
São consideradas vacinadas pessoas de 1 a 29 anos com duas doses da vacina; pessoas de 30 a 49 anos com uma dose e profissionais de saúde com duas doses da tríplice viral. Quem está com as doses em dia, já teve sarampo ou tem mais de 50 anos não precisa se preocupar. A vacinação contra o sarampo não precisa de reforço anual. 

OUTROS PÚBLICOS - Nos dias de semana, a tríplice viral continua disponível para todos entre 6 meses e 49 anos. "Já temos casos confirmados na população entre 6 meses e menores de 1 ano e em adulto na faixa etária dos 40 anos, mostrando que a doença pode afetar a todos. A vacina se torna o meio mais seguro e eficaz de proteger nossa população", ratifica a superintendente das Doenças Imunopreveníveis e Imunizações da SES-PE, Ana Catarina de Melo.

A superintendente ainda lembra que manter um grande contingente de pessoas vacinadas é essencial para a proteger também aqueles que não podem tomar a vacina. "Alguns públicos, como pessoas imunodeprimidas, não podem tomar a vacina por questões de saúde. Bebês abaixo dos 6 meses também não, e já temos dois adoecimentos nessa população. Quando temos um grande quantitativo de pessoas vacinadas, conseguimos promover o que chamamos de proteção de rebanho, ou seja, a vacina se torna benéfica para quem foi imunizado e para aqueles que não podem. Isso reforça que a vacinação não é apenas um direito individual, mas um pacto social para a saúde de todos", diz Ana Catarina de Melo.

Até 1º de fevereiro de 2020, foram notificadas 52 suspeitas de sarampo em Pernambuco, com 11 confirmações e 17 descartes, estando os demais em investigação. Os casos confirmados foram em Igarassu (1), Ipojuca (3), Olinda (1), Paulista (3) e Recife (2), na I Geres; e Sirinhaém (1), na III Geres.    
 
Unidades estarão abertas no Recife
 
Cerca de 150 unidades de saúde do Recife abrirão as portas no sábado (15). Das 8h às 17h, será feita a imunização. A lista das unidades de saúde com salas de vacinação abertas neste sábado está disponível no site da Prefeitura do Recife. Para agilizar o atendimento, a Sesau pede que as pessoas levem a carteira de vacinação e o cartão do SUS, se tiverem. O Programa de Imunização do Recife vai aproveitar a ida das crianças e jovens aos postos para atualizar a caderneta de vacinação, aplicando outras imunizações necessárias.
 
SARAMPO - O sarampo é uma doença infectocontagiosa e transmitida através de secreções das vias respiratórias, como gotículas eliminadas pelo espirro ou pela tosse. Os sintomas começam a manifestar entre dez e doze dias depois do contágio e duram entre sete a dez dias, podendo levar a morte. A vacina contra o sarampo é eficaz na prevenção da doença.

“Depois de muito tempo sem registro de casos, o vírus do sarampo voltou a circular no Brasil nos últimos anos, com casos confirmados no Recife desde julho do ano passado. Isso é preocupante porque pode haver formas graves da doença, levando, inclusive, a óbito. Precisamos imunizar a população porque a vacina é a única maneira eficaz de evitar o sarampo”, enfatizou o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, que é infectologista.
 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Teatro do Parque: a volta à vida de um gigante centenário
Enem para todos com o professor Fernandinho Beltrão ##275 Mono e dicotiledôneas
Rhaldney Santos entrevista Dr Dimas Antunes
Argentina chora perda de Maradona
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco