Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Férias

Operação Lei Seca amplia fiscalização nas estradas neste mês de janeiro

Publicado em: 14/01/2020 12:03 | Atualizado em: 14/01/2020 12:07

Cerca de 15 equipes atuam nas vias que levam ao Litoral do estado.   (Crédito: Jussania Maria/SES Divulgação)
Cerca de 15 equipes atuam nas vias que levam ao Litoral do estado. (Crédito: Jussania Maria/SES Divulgação)
 
Com as férias escolares neste mês de janeiro, a movimentação nas estradas que levam ao Litoral do Estado, principalmente nos fins de semana, é ainda mais intensa. Para garantir a segurança do motorista que circula por esses trechos e alertar sobre o perigo da combinação álcool e direção, a Operação Lei Seca (OLS) intensificou a fiscalização nas vias que levam às principais praias pernambucanas. Localidades como a ilha de Itamaracá, Tamandaré e Porto de Galinhas já estão recebendo as ações - tanto de fiscalização como as blitze educativas.

Cerca de 15 equipes atuam nesse período nas rotas com maior fluxo de veículos nas estradas que cortam o Estado. "Em janeiro, sabemos que há muitos eventos no Litoral do Estado, por isso a importância de deslocar equipes para esses roteiros. Estamos atuando intensamente com o intuito de dar mais segurança aos condutores de veículos que estão circulando nessas regiões. Além da fiscalização, nossas equipes educativas orientam os motoristas quanto ao perigo de consumir bebidas alcoólicas e partir para a direção. Há, inclusive, a participação de pessoas com deficiência, resultado de acidentes causados pelo álcool, que contam suas experiências e conscientizam a população sobre essa combinação perigosa", pontua o coordenador executivo da Operação Lei Seca em Pernambuco, Felipe Gondim. As equipes já estão trabalhando com a nova sinalização das blitze com placas refletivas que alertam os motoristas durante os bloqueios itinerantes.

Sob a coordenação da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) e Polícia Militar (PMPE), a Operação Lei Seca completou, em 2019, oito anos de atuação em Pernambuco. Nesse período, a OLS abordou 2,8 milhões de motoristas e as infrações por alcoolemia correspondem a apenas 1,7% do total de abordagens realizadas no Estado e os crimes por embriaguez chegam a menos de 0,1% em relação às infrações.

FIM DE ANO
A Operação Lei Seca também intensificou as ações nas festividades de fim de ano, com fiscalização diária no Natal e Ano Novo. De 23 de dezembro de 2019 a 1º de janeiro de 2020, foram 9.163 veículos abordados. Ao todo, 195 motoristas tiveram suas CNHs (Carteira Nacional de Habilitação) recolhidas e 64 veículos foram rebocados. No total do período, 9.373 pessoas realizaram o teste de alcoolemia. Destas, 9.328 foram liberadas por não terem ingerido bebida alcoólica. Já em 45 pessoas foi constatada a ingestão de álcool ao conduzir o veículo (7 delas foram autuadas em flagrante por crime de trânsito). Um total de 149 condutores se recusaram a realizar o teste do bafômetro.

Somente no dia 1º de janeiro de 2020, nos quatro turnos de atuação das equipes (manhã, tarde, noite e madrugada), 58 pessoas foram notificadas pela OLS pela combinação de álcool e direção ou pela recusa para realizar o teste de alcoolemia. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manifestações por morte de garoto, Weintraub presta depoimento na PF e inquérito de facada arquivado
Covid-19: Brasil tem novo recorde diário de mortes
04/06: Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Destaques do dia: Indiciamento por morte de criança, coronavírus reativado e tataravó recuperada
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco