Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Local

Educação

Inglaterra é o novo destino do Programa Ganhe o Mundo

Publicado em: 09/12/2019 13:25 | Atualizado em: 09/12/2019 13:59

Novidades do programa foram apresentadas nesta segunda-feira, no Palácio do Campo das Princesas. (Foto: Anamaria Nascimento/DP)
Novidades do programa foram apresentadas nesta segunda-feira, no Palácio do Campo das Princesas. (Foto: Anamaria Nascimento/DP)

O Programa Ganhe o Mundo (PGM), que oferece cursos de idiomas e intercâmbio a estudantes da rede estadual de ensino, terá um destino inédito a partir do próximo ano: a Inglaterra. Além de passar a contar com mais um país como opção, o programa terá uma nova categoria em 2020, o Ganhe o Mundo Técnico, voltado para os alunos matriculados nas escolas técnicas do estado. As novidades foram anunciadas nesta segunda-feira (9), no Palácio do Campo das Princesas. O primeiro embarque dessa modalidade será no dia 19 de janeiro e contemplará 15 estudantes da rede.

Aluna do segundo ano do ensino médio na Escola Técnica Estadual Governador Eduardo Campos, em São Bento do Una, no Agreste pernambucano, Emelly Domingos, 17 anos, é uma dos 15 adolescentes que vão embarcar no próximo ano. Filha de agricultores, ela será a primeira pessoa da família a viajar para o exterior. "Ir para a Inglaterra é a realização de um sonho que os meus pais não poderiam pagar. Estou empolgada para conhecer o país de Mister Bean", disse.

Ela e os outros 14 estudantes contemplados no primeiro embarque do Ganhe o Mundo Técnico vão estudar na Bournemouth and Poole College, no litoral sul da Inglaterra, a aproximadamente três horas de Londres. Lá, os pernambucanos vão estudar durante 18 semanas. Os estudantes irão cursar disciplinas da base comum, como matemática, inglês e educação física, além de matérias do componente técnico similares aos cursos profissionalizantes que eles fazem no Brasil.

Com a inclusão da Inglaterra, o Ganhe o Mundo passa a oferecer intercâmbios em dez países. "O programa já formou mais de 7,5 mil alunos que já viajaram e voltaram após aperfeiçoar a língua. Agora, estamos inserindo um novo módulo e um novo país, o Reino Unido, que vai levar os nossos estudantes a viverem experiências em uma escola renomada dentro de um ambiente que consideramos satisfatório para que os cursos técnicos tenham cada vez mais um valor na formação dos nossos jovens", afirmou o governador do estado, Paulo Câmara.

Após o período no Reino Unido, os intercambistas farão orientação à distância com professores ingleses para desenvolver projetos de conclusão de curso. As áreas contempladas no PGM Técnico são administração, desenvolvimento de sistemas, edificações, jogos digitais e suporte de manutenção de rede. "O nosso foco era contemplar os estudantes das 44 Escolas Técnicas Estaduais para que eles se desenvolvessem não só no inglês, mas na área que eles estudam. Iniciamos a formatação desse projeto há dois anos e temos uma cooperação em três partes com o governo do Reino Unido. Esta é a primeira parte, mas teremos outras escolas e vamos ampliar o número de alunos", disse o secretário de Educação e Esportes de Pernambuco, Fred Amancio.

De acordo com o secretário, o Ganhe o Mundo Técnico está sendo estudado há cerca de 5 anos pelo estado. Questões logísticas e financeiras teriam impedido a implementação da modalidade antes. O custo médio de um estudante no exterior, para outros países do PGM, é de R$ 20 a 38 mil. Neste formato na Inglaterra, o valor do intercâmbio por aluno chega a R$ 50 mil.

"As escolas técnicas de outros países têm uma estrutura completamente diferente da nossa no Brasil, então tivemos que fazer uma adaptação do trabalho de currículo, de forma que eles não perdessem as disciplinas que são o 'coração' da carga horária e não serem prejudicados na escola, como matemática, mas que também tivessem a oportunidade de ter aulas das áreas que estão estudando lá. O foco que estamos dando é para que eles possam construir um projeto com tutores e vivenciar a área no exterior", explicou Fred Amancio.

O cônsul britânico no Nordeste, Graham Tidey, parabenizou os 15 estudantes de 14 municípios que vão embarcar para o Reino Unido e disse esperar que a parceria com o governo de Pernambuco seja ampliada. "Nossas escolas são gratuitas, incluindo o material, e de tempo integral. Além disso, quatro das melhores universidades do mundo estão no Reino Unido. Isso revela que levamos a educação muito a sério", pontuou. 

Linha do tempo do Programa Ganhe o Mundo:


2011
- Criação do Programa Ganhe o Mundo através da lei número 14.512

2012
- Os primeiros embarques acontecem no mês de agosto para os Estados Unidos e Canadá

2015
- O PGM passa a contar com uma nova modalidade, além do Tradicional: o Ganhe o Mundo Esportivo, para estudantes atletas, que realizam o intercâmbio esportivo e educacional

2016
- Nasce o PGM Musical, em que, além do desenvolvimento na língua estrangeira, o aluno tem a oportunidade de aperfeiçoar a prática em um instrumento musical ou canto

2017
- Inclusão de um novo idioma, o alemão, e um novo país, a Alemanha, no Ganhe o Mundo 

2019
- Nasce o Programa Ganhe o Mundo Técnico, que vai levar estudantes da rede estadual para a Inglaterra
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
O melhor passista do Recife é de Santo Amaro
Grêmio Musical Henrique dias é tradição e formação
Carlos da Burra, o homem que dá vida aos bonecos gigantes de Olinda
A paz é uma provocação
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco