Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Local

CELEBRAÇÃO

Devotos sobem o Morro para louvar a Senhora da Conceição

Publicado em: 07/12/2019 11:21 | Atualizado em: 07/12/2019 11:27

Monumento religioso dedicado à Virgem Maria, com a imagem fabricada por uma empresa francesa, foi inaugurado em 1904 (Peu Ricardo/DP Foto)
Monumento religioso dedicado à Virgem Maria, com a imagem fabricada por uma empresa francesa, foi inaugurado em 1904 (Peu Ricardo/DP Foto)
A madrugada deste domingo, 8 de dezembro, dia dedicado à Virgem da Conceição, reserva um dos momentos aguardados da Festa do Morro. Quando os primeiros raios do sol aparecerem no horizonte, Severina Paiva de Santana, a Dona Sevi, de 84 anos, entoará um dos cantos mais populares das celebrações dedicadas à padroeira do Morro da Conceição. Os versos de o Lá vem a barra do dia, no dizer de quem vai a esta Missa da Aurora, com início marcado para 4h, emocionam. São convites para um dia de oração e demonstração de fé, para ponto alto de uma festa que alcança a 115ª versão neste ano. É quando os devotos sobem ladeiras e escadarias para pagar promessas, acender velas, agradecer pela vida ou participar das missas. Apenas para este sábado estão programadas cinco missas. Para o domingo, a programação prevê 13.
Festa terá 18 missas no sábado e domingo, quando uma procissão percorrerá 8 km (Peu Ricardo/DP Foto)
Festa terá 18 missas no sábado e domingo, quando uma procissão percorrerá 8 km (Peu Ricardo/DP Foto)

Quem participa da Missa da Aurora, às 4h, a define como única. “É incrível. A noite pode estar escura, mas quando Dona Sevi começa a cantar a barra do dia aparece”, descreve a devota Simone Oliveira. Sevi, moradora do bairro e com o histórico de engajamento nas lutas da comunidade e da Igreja Católica, costuma dizer que a madrugada tem uma força própria. A percepção da moradora casa com o pensamento de dom Helder Camara, a quem Sevi admira e viu defender as lutas do “povo pobre e sofrido do Morro”.

O arcebispo de Olinda e Recife afirmava, nos tempos de perseguição política do regime militar (1964 -1985), que “quanto mais negra é a noite, mais carrega em si a madrugada”. Os versos do canto, composto por Reginaldo Veloso, são poucos, embora carregados de religiosidade e de inspiração no cancioneiro religioso e popular. De princípio, Sevi, junto aos fiéis, solta o “Lá vem a barra do dia. Lá vem o filho de Maria. A vida vence a morte para nossa alegria”, versos acompanhados de “Aleluia! Aleluia!” A esta altura da madrugada do domingo, 8 de dezembro, o Morro da Conceição já é terra dos devotos, de gente que faz questão de enfrentar a multidão no “dia da santa”. A expectativa dos organizadores da festa é que mais de 300 mil pessoas cheguem aos pés da Virgem no fim de semana.

Sevi entoará o Lá vem a barra do dia antes da proclamação do Evangelho. Repetirá o gesto pelo 40º ano consecutivo, recitando a ladainha da vinda de Jesus com a chegada da aurora junto ao padre José Ulysses da Silva, que presidirá a missa, a quinta das 13 celebrações eucarísticas marcadas para o domingo.

Cada uma das missas será presidida por um sacerdote diferente, devendo estar à frente da última o arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido. A missa final será o ápice do encerramento dos festejos religiosos. A procissão sairá às 15h da Ponte do Limoeiro, no Bairro do Recife, e seguirá pelas Avenida Norte e Estrada do Morro. A previsão é que chegue ao santuário por volta das 18h, horário programado para o início da missa. Neste ano, a Festa do Morro tem como tema Maria, mãe de um povo ferido. As feridas estão na história, na cultura e na economia, segundo padre Luís Rodrigues, pároco do Morro. Para ele, a expressão do povo que vai ao santuário, ao encontro de Nossa Senhora de Conceição, comprova o quanto ele é intimamente ligado com a “mãe de Jesus”. São pessoas de diferentes idades, sexos, profissões, classes sociais e níveis escolares, que se dirigem ao morro da Zona Norte do Recife movidas pela fé.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Primeira Pessoa com Adelaide Ivánova
Sobre Vidas: Mães pela Diversidade
Sem ser investigado, Gleen Greenwald é denunciado pelo MPF
Dp Auto: Equinox LT e Equinox Midnight
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco