Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Cultura negra

Afoxé Alafin Oyó ganha sede na Rua do Sol, em Olinda

Publicado em: 08/11/2019 21:02

Foto: Alice Mafra/Prefeitura de Olinda.
No mês da Consciência Negra, a Prefeitura de Olinda firma uma importante parceria com o Afoxé Alafin Oyó, um dos mais tradicionais grupos do segmento no Estado. A partir da assinatura de um termo de cessão de uso, a gestão municipal entrega o imóvel de número 294, localizado na Rua do Sol, no bairro do Carmo, ao grupo de cultura negra para que seja usado como sede de suas atividades. A cerimônia oficial foi realizada na manhã desta sexta-feira (8), no Palácio dos Governadores.

A cessão tem validade de cinco anos, sendo renovável por tempo indeterminado. Como contrapartida, a Prefeitura de Olinda solicitou que o espaço fosse recuperado, já que se encontrava degradado. O imóvel, que antes abrigou o Núcleo de Segurança Comunitária e também a Junta de Alistamento Militar da cidade, será utilizado não só como a área administrativa, mas, também, para criação, promoção e desenvolvimento de projetos culturais e sociais do Alafin Oyó.

Para a assinatura da cessão do espaço, estiveram presentes integrantes do afoxé que fizeram uma bela apresentação cultural. O presidente da agremiação, Fabiano Santos, celebrou a conquista e reforçou que a entrega do espaço é uma luta de mais de 30 anos.

“Hoje é um dia de concretizar essa luta, já tivemos muito perto de ter nossa sede, mas não aconteceu. Então isso acontecer agora, com um prefeito negro e da comunidade, no mês da Consciência Negra, é muito simbólico. Não há um ofício do nosso afoxé pedindo esse terreno, mas existe a memória de que nós lutamos muito para ter o nosso espaço. Só podemos agradecer pela lembrança”, reforçou Fabiano Santos.

O prefeito Professor Lupércio afirmou que a entrega do local simboliza a busca da sua gestão pelo respeito às diferenças. “Lá trás, no início do nosso trabalho, disseram que acabaríamos com o Carnaval, com a cultura de Olinda. Essa parceria que firmamos é a prova que não abrimos mão de respeitar todas as crenças e opiniões. Estamos satisfeitos de garantir mais um espaço de interesse cultural para Olinda. Além desse, outros dois estão sendo viabilizados na periferia da cidade”, discursou o Professor Lupércio.

O secretário de Patrimônio, Cultura e Turismo de Olinda, João Luiz, afirmou que a entrega do espaço ao Afoxé Alafin Oyó é unir o útil ao agradável para todos os entes envolvidos. “O Governo do Estado havia cedido o espaço à Prefeitura, mas como só tem 20m² de área construída, não comportava um equipamento público. Agora ele abriga a sede de uma importante nação que promoverá cultura no local. Então é bom para eles, para a prefeitura, para a cidade e para as pessoas. Todos ganham e, sobretudo a cultura ”, disse o secretário.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Arlison Vilas Bôas, um artista inventor e os desafios da pandemia
29/05: Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Resumo da semana: brasileiros vetados nos EUA, Bolsonaro x STF e natimorto com Covid-19
2º bairro em óbitos, Água Fria se adapta ao lockdown
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco