Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Local

Cultura negra

Afoxé Alafin Oyó ganha sede na Rua do Sol, em Olinda

Publicado em: 08/11/2019 21:02

Foto: Alice Mafra/Prefeitura de Olinda.
No mês da Consciência Negra, a Prefeitura de Olinda firma uma importante parceria com o Afoxé Alafin Oyó, um dos mais tradicionais grupos do segmento no Estado. A partir da assinatura de um termo de cessão de uso, a gestão municipal entrega o imóvel de número 294, localizado na Rua do Sol, no bairro do Carmo, ao grupo de cultura negra para que seja usado como sede de suas atividades. A cerimônia oficial foi realizada na manhã desta sexta-feira (8), no Palácio dos Governadores.

A cessão tem validade de cinco anos, sendo renovável por tempo indeterminado. Como contrapartida, a Prefeitura de Olinda solicitou que o espaço fosse recuperado, já que se encontrava degradado. O imóvel, que antes abrigou o Núcleo de Segurança Comunitária e também a Junta de Alistamento Militar da cidade, será utilizado não só como a área administrativa, mas, também, para criação, promoção e desenvolvimento de projetos culturais e sociais do Alafin Oyó.

Para a assinatura da cessão do espaço, estiveram presentes integrantes do afoxé que fizeram uma bela apresentação cultural. O presidente da agremiação, Fabiano Santos, celebrou a conquista e reforçou que a entrega do espaço é uma luta de mais de 30 anos.

“Hoje é um dia de concretizar essa luta, já tivemos muito perto de ter nossa sede, mas não aconteceu. Então isso acontecer agora, com um prefeito negro e da comunidade, no mês da Consciência Negra, é muito simbólico. Não há um ofício do nosso afoxé pedindo esse terreno, mas existe a memória de que nós lutamos muito para ter o nosso espaço. Só podemos agradecer pela lembrança”, reforçou Fabiano Santos.

O prefeito Professor Lupércio afirmou que a entrega do local simboliza a busca da sua gestão pelo respeito às diferenças. “Lá trás, no início do nosso trabalho, disseram que acabaríamos com o Carnaval, com a cultura de Olinda. Essa parceria que firmamos é a prova que não abrimos mão de respeitar todas as crenças e opiniões. Estamos satisfeitos de garantir mais um espaço de interesse cultural para Olinda. Além desse, outros dois estão sendo viabilizados na periferia da cidade”, discursou o Professor Lupércio.

O secretário de Patrimônio, Cultura e Turismo de Olinda, João Luiz, afirmou que a entrega do espaço ao Afoxé Alafin Oyó é unir o útil ao agradável para todos os entes envolvidos. “O Governo do Estado havia cedido o espaço à Prefeitura, mas como só tem 20m² de área construída, não comportava um equipamento público. Agora ele abriga a sede de uma importante nação que promoverá cultura no local. Então é bom para eles, para a prefeitura, para a cidade e para as pessoas. Todos ganham e, sobretudo a cultura ”, disse o secretário.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
De 1 a 5: artistas que trabalham com barro
Sobe, Lia, sobe.
João Alberto entrevista Larissa Lins
Como se preparar para as provas do SSA 3 da UPE
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco