Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Ciência

UFPE comandará primeiro projeto do Programa Antártico Brasileiro coordenado pelo Nordeste

Publicado em: 29/10/2019 18:42 | Atualizado em: 29/10/2019 18:55

 (Foto: João Gundin/divulgação)
Foto: João Gundin/divulgação

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) está à frente do primeiro projeto do Programa Antártico Brasileiro coordenado pelo Nordeste. O vice-reitor Moacyr Araújo, professor do Departamento de Oceanografia, embarca na próxima sexta-feira (1°) para a Antártica, onde irá coordenar as atividades da equipe interdisciplinar do Projeto Mephysto, no âmbito do Programa Antártico Brasileiro (Proantar).

O vice-coordenador do projeto é o professor Jailson Bittencourt, da Universidade Federal da Bahia (UFBA). É a primeira vez que uma universidade do Norte/Nordeste do Brasil coordena um projeto do Proantar. A proposta foi aprovada no ano passado em edital do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

A equipe de dez pesquisadores vai partir de Punta Arenas, no sul do Chile, e ficar embarcada durante cerca de três semanas. O objetivo principal é analisar a dinâmica de vórtices e meandros na confluência entre duas correntes, a Corrente do Brasil e a Corrente das Malvinas. Serão observados aspectos físicos, químicos e biológicos, com medições de poluentes, temperatura, salinidade, correntes e a de água para análise de plâncton e de microplásticos, dentre outros indicadores, dentro e fora dos vórtices.

O projeto intitulado “Biocomplexidade e Interações Físico-Químico-Biológicas em Múltiplas Escalas no Atlântico Sudoeste” visa assim relacionar padrões de turbulência a determinados espécies de plâncton para elucidar as razões pelas quais a região da Confluência Brasil-Malvinas (CBM) é considerada um “hotspot” de diversidade fitoplanctônica. 

A iniciativa envolve um esforço conjunto entre 11 instituições, sendo sete nacionais (quatro do Nordeste, uma do Sul e duas do Sudeste) e quatro internacionais (duas americanas, uma japonesa e uma italiana). 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Soldado russo se declara culpado por crime de guerra na Ucrânia
Manhã na Clube: entrevista com Maria Zilá Passo, advogada especialista em direito da saúde
Fechamento de escolas durante pandemia pode gerar prejuízos por décadas no Brasil
Cada vez mais brasileiros procuram a medicina tradicional chinesa
Grupo Diario de Pernambuco