Investimento Três municípios do Agreste receberão investimento federal para fortalecer o turismo

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 09/10/2019 09:16 Atualizado em:

Foto: Inês Campelo/Arquivo DP. (Foto: Inês Campelo/Arquivo DP.)
Foto: Inês Campelo/Arquivo DP.
Três municípios do Agreste pernambucano farão parte do Programa Investe Turismo, do Governo Federal, que prevê um pacote de investimentos e incentivos a novos negócios. Caruaru, Gravatá e Garanhuns estarão na lista dos 150 municípios brasileiros que receberão ações estratégicas para fortalecer as rotas turísticas em todo o país. O investimento inicial do programa é de R$ 200 milhões.

O presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Gilson Machado Neto, recebeu nesta terça-feira (8) o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco, Alberes Lopes para conversar sobre a iniciativa, desenvolvida em conjunto com a Embratur, Ministério do Turismo e Sebrae. O objetivo é unir os setores público e privado para promover a competitividade no turismo brasileiro. 

“Em conjunto com outros representantes estatuais, para inclusão de maior número possível de municípios na nova etapa do Investe Turismo para, com isso, melhor atender turistas e a população”, destacou o presidente da Embratur. Além disso, Machado Neto alertou para a importância de destravar o aeroporto de Caruaru, “que não concorre com o de Recife, desafogando toda a região”, completou o presidente.

De acordo com Alberes Lopes, Pernambuco é o segundo maior produtor de vinhos do Brasil e tem condições de receber outras demandas turísticas. “Somos um Estado diverso, não atendendo apenas ao turismo de Sol e Praia. Temos municípios para todos os gostos, inclusive para quem busca o frio. A Serra Negra, por exemplo, localizada no distrito de Bezerros, no Agreste do Estado, a 104 quilômetros do Recife, é conhecida como circuito do frio. Queremos fortalecer este atrativo turístico”, destacou.

Durante a reunião, o secretário apresentou outros pontos de melhoria na região. Ele informou que Fernando de Noronha conseguiu uso gratuito, com o Senac, para capacitação dos profissionais locais que trabalham na ilha. No momento, são oferecidos três cursos de Gastronomia. Outra novidade é o intercâmbio entre estudantes da Alemanha e de Porto de Galinhas. Além disso, Triunfo e Taquaritinga, regiões produtoras de café, inclusive artesanais, estão na lista de expansão dos produtos brasileiros no exterior. Itaparica, segundo maior produtor de couro caprino e bovino do país, tem, atualmente, convênio com o Sebrae, também para capacitação da população, que poderá desenvolver produtos a partir desta matéria-prima.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.