Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Meio ambiente

No Dia Mundial de Limpeza, ação recolhe 114 toneladas de lixo em Ipojuca

Publicado em: 23/09/2019 08:05

Foto: Divulgação. (Foto: Divulgação.)
Foto: Divulgação. (Foto: Divulgação.)

Um dia após a ação do Dia Mundial da Limpeza, o número de lixo arrecadado no município do Ipojuca surpreendeu e mostrou a força que o trabalho em conjunto possui. De acordo com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Controle Urbano, foram arrecadadas 114 toneladas de lixo em todo o município. Sendo 1 tonelada só no litoral ipojucano, como as praias de Praias de Porto de Galinhas, Maracaípe e Serrambi, e o restante nas áreas urbanas (Ipojuca, Nossa Senhora do Ó e Camela) e rurais (nos 72 engenhos existentes).  

"Este é o tipo de ação que não pode ficar só a cargo das prefeituras. Quando se trata de preservação do Meio Ambiente, quanto mais gente se envolver, melhor", afirmou o secretário de Meio Ambiente, Erivelto Lacerda. Segundo ele, o quantitativo superou as expectativas porque contou com o empenho de diversos segmentos que se preocupam com o planeta e que têm compromisso sócio-ambiental. Como exemplo disto, ele citou as faculdades que participaram tirando seus alunos da sala de aula para ver a problemática das ações destrutivas com o ecossistema na prática.

O secretário municipal também citou as associações e ONGs que mais do que arrecadar o lixo, se preocuparam em trabalhar a conscientização das pessoas, como foi o caso do parceiro da Prefeitura: o Ecoassociados, que montou uma tenda em Porto de Galinhas para chamar atenção sobre os dados de degradação ambiental. Até mesmo a empresa que realiza a limpeza do município, foi orientada a ir além em prol do meio ambiente, com isto aumentaram em 10% sua coleta. Mergulhadores voluntários foram para alto mar, para extrair o lixo que compromete a vida de diversos animais marinhos. Jangadeiros e pescadores também intensificaram suas ações nos rios e mangues. "O retorno foi surpreendente", comemorou Erivelto Lacerda.

O turista Lênio dos Santos, que veio de Goiânia com os amigos passar o fim de semana em Porto de Galinhas, recebeu a abordagem de uma das técnicas da Secretaria de Meio Ambiente de Ipojuca sobre a importância de jogar o lixo no lixo e não na praia. "É importante esta ação para a gente ter este benefício de Deus aqui para o resto da vida", comentou ele. A vendedora ambulante e moradora de Porto de Galinhas, Letícia Ximendes, deu uma pausa no trabalho para trazer o filho Matias de 4 anos, para ajudar voluntariamente na ação. "Quero que ele cresça respeitando o lugar aonde vivemos, cuidando da natureza", afirmou. A ação contou também com a presença da vice-prefeita Patrícia Alves e dos secretários de turismo, Mário Pilar; de Educação, Francisco Amorim, e da Mulher, Bianca Lacerda.

Balanço
Área Litorânea: 1 tonelada (Porto, Maracaípe e Serrambi)
Área Urbana:
Ipojuca: 25 toneladas
Nossa Sra Ó: 30 toneladas
Camela: 16 toneladas
Porto de Galinhas:35 toneladas
Serrambi: 7 toneladas
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Resumo da semana: brasileiros vetados nos EUA, Bolsonaro x STF e natimorto com Covid-19
29/05: Manhã na Clube com Rhaldney Santos
A pandemia em Pernambuco - notícias de 28/05
Ciência e quarentena: você pode ajudar a mapear anfíbios urbanos
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco