Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Apoio

Instituto Maria da Penha ajudará mulheres agredidas a encontrar trabalho

Publicado em: 04/09/2019 11:49

Será inaugurado nesta quinta-feira, no Bairro do Recife, a sede do Instituto Maria da Penha (IMP) em Pernambuco. O espaço, viabilizado numa parceria com a Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco (Seteq), vai acolher, orientar e reinserir no mercado de trabalho mulheres vítimas da violência doméstica.

A abertura, programada para as 14h30, no mesmo prédio onde funciona a secretaria, na Avenida Marquês de Olinda, terá presença da farmacêutica e ativista dos direitos das mulheres cearense que dá nome à lei responsável por endurecer as punições aos agessores. Maria da Penha sobreviveu a duas tentativas de homicídio perpetradas pelo próprio marido e hoje é um símbolo na luta contra a violênca.

O IMP do Recife será o segundo do Brasil. O primeiro funciona em Fortaleza (CE). Segundo o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco, Alberes Lopes, a demanda da sede foi atendida após uma solicitação da deputada estadual Gleide Ângelo e da presidente do Instituto, Regina Célia, e se concretizou após consulta à assessoria jurídica da Seteq. Até então, o IMP não tinha sede física para atender o público em Pernambuco.

“Ficamos sensibilizados com o pedido da delegada Gleide Ângelo e de Regina Célia, e nos articulamos para receber o Instituto e mostrar que o Governo de Pernambuco apoia esta causa, ouve, dialoga e quer fortalecer as mulheres. Sabemos que o problema da violência doméstica não se relaciona apenas à falta de renda, porque, se fosse assim, mulheres ricas nunca seriam agredidas. Mas queremos contribuir com nossa parte”, destacou Lopes.

“Vamos inserir as mulheres em situação de risco em cursos de qualificação. Queremos beneficiar pelo menos 200 neste ano de 2019, a partir do lançamento do Projeto Tua Vez, que será outra novidade em Pernambuco e também terá o apoio do governo do estado, da Polícia Civil, da Justiça, do Instituto e da delegada Gleide Ângelo”, declarou o secretário estadual.

“O projeto Tua Vez será mais um braço nesta luta, que também tem o envolvimento da Secretária da Mulher de Pernambuco e outras instituições públicas e privadas”, acrescenta.

Em reunião com Lopes, Regina Célia ressaltou o papel do IMP na conscientização sobre a violência contra a mulher, por meio do recrutamento de voluntários. O público-alvo são servidores públicos, setor privado/corporativo, meio acadêmico, comunidades e as novas gerações.

A unidade do IMP em Pernambuco já tem móveis, ar-condicionado, mesas, espaço para capacitação, mas vai receber mais móveis novos do banco Bradesco, e a Hinode doará cinco mil produtos para serem vendidos em nome da causa. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Jogadores se despedem de Maradona
Rhaldney Santos entrevista Dra Amanda López, neurocirurgiã pediátrica
Rhaldney Santos entrevista João Campos (PSB), candidato à Prefeitura do Recife
Rhaldney Santos entrevista o prefeito reeleito de Petrolina, Miguel Coelho
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco