MEIO AMBIENTE Reeducandos do regime aberto plantam mais de mil mudas de árvores no Recife

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 20/08/2019 11:41 Atualizado em: 20/08/2019 11:57

Foto: Ray Evllyn/ SJDH
Foto: Ray Evllyn/ SJDH
O trabalho de educação ambiental anda junto ao de ressocialização no programa de empregabilidade do Patronato Penitenciário. O resultado desta parceria são as 1.194 mudas, de várias espécies, plantadas, só este ano,  em parques, praças e calçadas do Recife por reeducandos do regime aberto.

O grupo de 10 apenados trabalha na Sementeira Trindade, através de convênio do órgão da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) com a Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb). Na área com um hectare e meio, eles cultivam uma média de 30 espécies de plantas e também realizam limpeza, capinação e remoção de ervas daninhas nas plantas.

Pelo serviço o grupo é remunerado com um salário mínimo (R$ 998,00), alimentação e transporte.  A.R.H. se identifica muito com a área de jardinagem. “Aprendi como plantar, os nomes de plantas, fazemos plantio de ipê roxo, palmeira imperial e outras espécies no Recife inteiro. As pessoas ligam e aí marcam o dia para realizar o plantio”, explica.   

O manuseio com plantas também é feito pelos reeducandos que trabalham no Sítio da Trindade, através do plantio, limpeza, corte de grama, retirada do lixo, jardinagem, e manutenção da sementeira de plantas medicinais.  


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.