Programa PETs Conheça Gerusa Tyfanny, a cabra influencer

Por: Samuel Calado - Redes Sociais e Site

Publicado em: 22/08/2019 21:47 Atualizado em: 22/08/2019 22:24

A cabra tem quase três mil seguidores no instagram. Foto: Peu Ricardo/DP
A cabra tem quase três mil seguidores no instagram. Foto: Peu Ricardo/DP

Quando o assunto é 'animal de estimação' geralmente as pessoas optam por adotar os pets considerados comuns, como por exemplo cachorro, gato, peixe, e pássaro. Mas já imaginou adotar uma cabra? O Programa PETs desta semana foi até a Casa da Cath, em Aldeia, no município de Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife, para conhecer Gerusa Tyfanny. 
  
Além de charmosa, elegante e muito simpática, a cabra também é influencer digital. É serio! A conta dela no instagram já tem quase três mil seguidores. Catharina, que adotou Geru quando ainda era um filhote conta que já tinha o sonho de ter uma cabra desde criança. "Desde pequeneninha o meu sonho era ter um porco, uma cabra, um cavalo ou um elefante. Só que eu não iria ter um elefante, né? Nem muito menos um cavalo. Então fiquei entre o porco e a cabra. Um amigo meu, que já tinha criado uma cabra, mandou o contato de um rapaz chamado Rodrigo, que é de Vitória de Santo Antâo. Quando eu cheguei lá e vi Gerusa, não pensei duas vezes e trouxe para casa" 
 
Maviael Bernardo (adestrador), Cabra Gerusa e Catharina (dona). Foto: Peu Ricardo/DP
Maviael Bernardo (adestrador), Cabra Gerusa e Catharina (dona). Foto: Peu Ricardo/DP

O adestrador Maviael Bernardo alerta que é preciso analisar o comportamento do animal antes de inserí-lo à vida social da pessoa que desejar adotar. "O nosso trabalho começou logo cedo, quando Gerusa chegou filhotinha. A gente trabalha a associação positiva onde a através dos métodos positivos, é possível capturar os comportamentos, sejam eles adquiridos ou naturais. Eu sempre treinei cachorro e comparando à cabra, posso dizer que é fácil sim".
 

O profissional conta que a intenção é melhorar a sociabilidade da cabra e também o convívio com os cães. Hoje Gerusa já atende pelo nome e convive muito bem com os animais da Casa da Cath. "É um trabalho de formiguinha. Passo a passo para a gente poder capturar outros comportamentos que não é natural da cabra, como sentar por exemplo. Estamos trabalhando para ela sentar, tirar foto, ficar perto de crianças e pessoas idosas".

Afeto 
  
Catharina e Cabra Geru. Foto: Peu Ricardo/DP
Catharina e Cabra Geru. Foto: Peu Ricardo/DP

Quem tem animal de estimação em casa sabe a alegria que ele traz para a família. O caso de Gerusa não é diferente. Emocionada, a dona fala sobre a representatividade da cabra em sua vida. "Ela é muito apegada. Se eu tô no quarto e minha voz muda, ela começa a berrar. É um carinho indescritível".    Na rede social é possível acompanhar o cotidiano da cabra. A dona também dá algumas dicas no cuidado com o animal, como por exemplo, os produtos que podem ser utilizados na higienização.  
 
Assista ao vídeo completo
 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.