Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Local

Violência

Mais uma mulher é atacada com líquido corrosivo em rua do Recife

Publicado em: 17/07/2019 18:20 | Atualizado em: 17/07/2019 19:34

Foto: Whatsapp/Cortesia

Mais uma mulher foi agredida com líquido corrosivo não identificado, no Recife. Sandra Maria do Nascimento, 28 anos, foi atingida no momento em que estava voltando do trabalho para casa, por volta das 12h30 desta quarta-feira (17).  Esse é o segundo caso ocorrido na cidade em menos de 15 dias. 

De acordo com a vítima, ela estava passando pela Rua Vasco da Gama, próximo à Subida Anhangá, quando dois homens encapuzados em uma moto pararam e jogaram um líquido que atingiu a nuca, costas e tronco de Sandra. Ela foi levada para o Hospital da Restauração (HR). Uma perícia irá apontar qual o líquido foi jogado em Sandra. 

De acordo com o delegado Diego Acioly, ela estava voltando para a residência depois do trabalho quando foi abordada por dois homens em uma motocicleta. "Os dois estavam de capuz e não disseram nada. O passageiro se aproximou e jogou o líquido. Sandra se virou e foi atingida no pescoço, tórax e costas. Como já era perto da casa dela, alguns vizinhos se aproximaram e a socorreram", afirmou o delegado.

A polícia ainda não descarta nenhuma motivação. Há cerca de 15 dias, Sandra teria sofrido um assalto na mesma localidade. "Ela disse que um homem se aproximou, bateu nela e roubou o celular. O aparelho apareceu dois dias depois, na porta da casa dela, com um bilhete com uma ameaça de morte", detalhou Diego Acioly. Sandra estava separada do marido há dois aos e teria dado entrada no pedido de divórcio recentemente. "Há boatos de que ele não aceitaria o fim do relacionamento, mas não há provas por enquanto de que esse ex-marido tenha envolvimento no caso. Inclusive, Sandra não reconhece a presença dele nessa empreitada. Não existe nada no momento fazendo essa vinculação, apenas suposições", acrescentou o delegado. 

Ainda não é possível apontar a autoria ou a motivação. Em depoimento, Sandra teria dito à polícia que o rapaz que teria roubado o celular dela não é nenhum dos dois que jogaram o líquido corrosivo nesta quarta-feira (17). Por enquanto, o caso está sendo tratado como tentativa de homicídio.  O caso segue em investigação no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), sob o comando do delegado Roberto Lobo. 
 
Outro Caso
No último dia 4, Mayara Estefanny Araújo, 19, foi agredida com ácido sulfúrico pelo ex-companheiro e um amigo. O homem, identificado como William César dos Santos Júnior, 27, e o amigo Paulo Henrique Vieira dos Santos, 23, foram indicados por tentativa de feminicídio e encaminhados ao Centro de Observação e Triagem Everardo Luna (Cotel). 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Maria, mãe de um povo ferido
Confira a estreia do programa In set
Educação humanizadora e não violência nas escolas
João e os 50 anos de colunismo social
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco