Diario de Pernambuco
Busca
KOBAN Polícia Militar vai implementar sistema de policiamento comunitário japonês Durante um mês, o policial japonês Tsoyoshi Onozato fará o acompanhamento do trabalho da PM no Recife e em Caruaru para orientar o efetivo local

Publicado em: 21/11/2017 22:41 Atualizado em:

Delegação japonesa está no estado para aplicar sistema. Foto: PMPE/Divulgação (Delegação japonesa está no estado para aplicar sistema. Foto: PMPE/Divulgação)
Delegação japonesa está no estado para aplicar sistema. Foto: PMPE/Divulgação


A Polícia Militar de Pernambuco vai implantar o sistema de policiamento comunitário Koban, desenvolvido pelos japoneses há séculos. Nessa segunda-feira, o subcomandante geral da Polícia Militar, coronel André Cavalcanti, recebeu uma delegação nipônica que veio ao estado para ajudar a implementar o método. A ação é possível através de um acordo de cooperação entre a Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA) e a Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP).

O coronel Cavalcanti assegurou que todos os níveis de comando estarão representados no seminário que vai fechar a experiência dos japoneses, ao final do mês de estágio prático. “Em outras tentativas que fizemos, o processo ficou muito pessoal, diferente de agora, quando estamos procurando envolver todos que querem colaborar”, disse o subcomandante geral, lembrando que esse diferencial o deixa ainda mais otimista com a retomada.

Durante um mês, o policial japonês Tsoyoshi Onozato fará o acompanhamento do trabalho da PMPE no Recife e em Caruaru, orientando o efetivo local para adequar-se ao Sistema Koban. Ele será acompanhado em terras pernambucanas pelo major José Cícero de Oliveira Júnior. Para  Onozato, o primeiro passo para o sucesso da iniciativa em Pernambuco já foi dado, que é a forma transparente de apresentar os problemas das segurança local. “Sem essa honestidade, por mais que a gente queira ajudar, não daria certo”, disse o policial.

Enquanto Onozato estará em Pernambuco orientando os policiais, a Senasp vai enviar para o Japão, na próxima sexta-feira, representantes de 15 estados brasileiros. De Pernambuco, o escolhido é o major Alex Bezerra. Junto com os demais, ele fará o curso de operador do Sistema Koban, só retornando no dia 9 de dezembro.

Também participaram da reunião de ontem, no Derby, o diretor da JICA no Brasil, Akio Saito; o representante da SENASP, Luciano Ribeiro; a policial japonesa Hisami Ohashi, o diretor da Diretoria de Articulação Social e Direitos Humanos, da PMPE, coronel Basílio; e o diretor adjunto da Diretoria Integrada do Interior 1 (que responde pela Zona da Mata e Agreste), coronel Reinaldo Mesquita.


MAIS NOTÍCIAS DO CANAL