Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local
Pet Dona oferece recompensa para quem encontrar pug furtada em Caruaru

Publicado em: 11/09/2015 21:47 Atualizado em: 11/09/2015 22:10

Cachorrinha Bel foi furtada do Alto do Moura. Fotos: Gabriela Lira/Divulgação
Cachorrinha Bel foi furtada do Alto do Moura. Fotos: Gabriela Lira/Divulgação

Uma cadelinha com dez meses da raça Pug foi furtada no bairro do Alto do Moura, em Caruaru, no Agreste do estado. O crime aconteceu na última terça-feira, quando a dona do animal, a vendedora Gabriela Lira, abriu a porta da garagem para sair com o carro. A fêmea, chamada Bel, escapou e, na esquina da rua, terminou capturada por desconhecidos ocupantes de um Fiat Uno branco. Uma modalidade semelhante do crime já acontece na cidade de São Paulo.

Desde então, a família iniciou as buscas por Bel, comprada no Recife. “Minha família está desconsolada. Minha mãe, que passa o dia com ela, chora muito. A outra cachorrinha que criamos, sem raça definida, também está triste, sente saudades”, lamentou Gabriela.

Na expectativa de obter o animal de volta, ela espalhou 100 cartazes no bairro e divulgou a foto de Bel nas redes sociais. “No Facebook, tive mais de 200 compartilhamentos”, comentou. Ela oferece uma recompensa generosa para quem localizar a Pug.

Gabriela contou ter prestado queixa online. O delegado Erivaldo Guerra, da Delegacia de Meio Ambiente, disse ser incomum em Pernambuco esse tipo de furto de animais, assim como assaltos cujo objetivo é levar cães de raça. “Já vi casos de ladrões que entram em uma casa e quando veem um cão de raça levam. O que aconteceu no caso desse Pug foi um descuido”, comentou.

Em São Paulo, os donos suspeitam que os animais roubados são vendidos em feiras clandestinas. Os ladrões se aproximam de carro do dono do cão e levam o animal, geralmente de raças que custam caro. Quem tiver informações sobre Bel pode ligar para 99874.3467, 99267.2871 ou 99711.2595.

Características da raça



Coloração: prata, abricó, fulvo ou preto
Expectativa média de vida: 13 a 15 anos
Olhos: escuros, relativamente grandes, de formato redondo, muito brilhantes
Nível de energia: baixo
Pelagem: fino, liso, macio, curto e brilhante
Qualidades principais: é gentil e afetuoso. Adaptável a ambientes diversos e pessoas diferentes, muito 
inteligente e leal
Peso: 6 kg a 8,5 kg
Altura: de 25 a 28 cm


Rhaldney Santos entrevista João Campos (PSB), candidato à Prefeitura do Recife
Rhaldney Santos entrevista o prefeito reeleito de Petrolina, Miguel Coelho
Aos 60 anos, morre Diego Maradona
Enem para todos com o professor Fernandinho Beltrão #274 A dupla-fecundação das angiospermas
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco