Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de TECNOLOGIA
Negócios Campus Party Recife será aberta na próxima semana Principais temáticas desta edição são cidades inteligentes e empreendedorismo, mas assuntos como programação, prototipagem, indústria criativa e até astronomia estão na pauta

Por: Thatiana Pimentel

Publicado em: 12/08/2016 15:40 Atualizado em: 12/08/2016 16:34

Campuseiros ocupam pavilhão do Centro de Convenções na edição da Campus de 2015. Brenda Alcantara/Esp DP/ Arquivo
Campuseiros ocupam pavilhão do Centro de Convenções na edição da Campus de 2015. Brenda Alcantara/Esp DP/ Arquivo
 

A Campus Party Weekend Recife já está com sua programação definida e, este ano, o foco são cidades inteligentes e empreendedorismo. As duas temáticas integrarão outros assuntos transversais como programação, prototipagem, astronomia, foto, música, cicloativismo, indústria criativa e até astronomia. Com início previsto para às 14h do próximo dia 20, a feira promete 24 horas de palestras e workshops (incluindo à madrugada do domingo). Tudo isso pelo valor de R$ 75. Entre os nomes de destaque deste ano estão o artista Paul Zaloon, personagem principal da série Beakman's World, o coordenador geral de segurança da informação da Campus Party e ex-membro do Anonymous BR, Edson Borelli, e os blogueiros Alexandre Ottoni, o Jovem Nerd e Deive Pazos, o Azaghal. As incrições podem ser realizadas através do site http://recife.campus-party.org/

Como principal patrocinadora do evento, a Prefeitura do Recife (PCR) lançará dois concursos para identificar e fomentar projetos de tecnologia nas áreas de meio ambiente e soluções para a cidade. O primeiro será o EcoRecife, cujo edital será divulgado na feira. Neste, poderão participar empresas ou estudantes da área de games. A ideia é que os participantes fórmulem jogos com os temas de água, verde urbano, mobilidade, biodiversidade e mudanças climáticas. Serão selecionados seis projetos para a premiação final, que dará recompensas de até R$ 15 mil, no caso dos primeiros colocados.


Para os futuros empresários, uma das atrações é o workshop Prototipando o Futuro, que  vai combinar design thinking e ficção científica. Foto: Rodrigo Silva/Esp.DP/Arquivo
Para os futuros empresários, uma das atrações é o workshop Prototipando o Futuro, que vai combinar design thinking e ficção científica. Foto: Rodrigo Silva/Esp.DP/Arquivo

"Com essa premiação queremos fomentar negócios na área de games e que falem sobre nossos recursos ou desafios. É uma forma de incluir a população no planejamento e na reflexão sobre o nosso ambiente, nossa fauna e flora e nossas dificuldades. Tendo uma tendência tecnológica tão forte na cidade, pensamos, porquê não unir esses dois pontos?", questiona o secretário executivo de Sustentabilidade da Secretaria de Meio Ambiente do Recife, Maurício Guerra. Os inscritos terão três meses para desenvolver o game e enviar o material para a secretaria. Os resultados serão divulgados em novembro. Além disso, a secretaria preparou uma palestra para desenvolvedores de jogos digitais na qual livros gamificados que trabalham conceitos de educação ambiental como Turma do Mangue e Tal Play Book serão debatidos. A palestra será no dia 20, às 17h, na sala de Educação Digital, que fica aberta gratuitamente ao público.

Maratonas com premiação

Já a Empresa Municipal de Informática (Emprel) trará mais uma vez sua maratona de programação. Nesta edição, os campuseiros irão utilizar dados de sensores para criar soluções para a cidade. Segundo o presidente da Emprel, Eugênio Antunes, trata-se de uma competição onde os três finalistas também ganharão uma ajuda financeira para desenvolver um negócio a partir do projeto. Os prêmios serão de R$ 3 mil, R$ 2 mil e R$ 1mil para os três primeiros lugares escolhidos. Para esta maratona, as inscrições já estão encerradas.

Feira promete 24 horas de palestras e workshops. Foto: Paulo Paiva/DP/Arquivo
Feira promete 24 horas de palestras e workshops. Foto: Paulo Paiva/DP/Arquivo
Por sua vez, a Secretaria de Empreendedorismo trabalhará as tendências do setor de tecnologia numa palestra sobre os próximos 15 anos com o consultor de futurismo do Porto Digital, Jacques Barcia. A aula será no dia 20, às 21h, na Arena da Campus. Os futuros empresários do setor terão outra oportunidade voltada ao empreendedorismo  no workshop Prototipando o Futuro que será realizado pelo Laboratório de Objetos Urbanos Conectados (L.O.U.Co), capetaneado por Sílvio Meira. Essa oficina combinará design thinking e ficção científica e será no dia 20, das 11h às 12h30, na Arena.

Outro grande destaque das atividades proporcionadas pela prefeitura durante a feira será a fase local da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) na área Open (espaço gratuito). Mais de 300 alunos de 32 escolas participarão dessa fase. A etapa nacional da OBR também será realizada no Recife, de 7 a 12 de outubro.

Tudo isso ocorrerá no Centro de Convenções, em Olinda, que será dividido nos palcos Ciência e Inovação, Criatividade, Empreendedorismo, espaço de Workshops e Open. A Campus trará ainda uma novidade no espaço StartUps e Makers. O local serve para a exposição de projetos selecionados pela organização da feira. Os participantes, que ficam no espaço Open (gratuito) poderão expor suas empresas para investidores, consumidores e imprensa. Este ano, serão 20 negócios selecionados e a novidade é a inclusão da categoria projetos universitários junto às StartUps. O prazo de inscrição para empreendedores se encerra hoje e a ficha está disponível no site do evento. Os detalhes da feira foram divulgados na manhã desta sexta-feira, durante coletiva de imprensa convocada pela PCR.

Ford

A montadora Ford vai expor na Campus Party as atuais tendências de mobilidade, além de promover um Hackathon para desenvolvimento de aplicativos compatíveis com o SYNC, sistema de conectividade em veículos da marca. A Ford é a única montadora a participar da Campus Party desde o evento de São Paulo em 2013.

O gerente de Estratégia do Produto da empresa, Luciano Driemeier, faraá a palestra “Como a evolução tecnológica traz novas tendências de mobilidade”. Mestre em engenharia mecânica pela Unicamp, Luciano vai abordar como as inovações na área da tecnologia têm contribuído para os desafios contemporâneos de mobilidade e despertam novas demandas em relação à forma como as pessoas se movem.



Primeira Pessoa com Sam Nóbrega
O esforço de Guilherme e a rede de solidariedade que surgiu
Sobre Vidas: Natanael Ramos e Gil Sormany
Salão de Tóquio: Mitsubishi 2020
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco