Diario de Pernambuco
Busca

VACINAÇÃO

Zema afirma ao STF que vacinação nunca foi necessária para matrícula

Zema, em ofício enviado ao STF, afirmou que se limitou a afirmar que a administração não irá impor ''obstáculos burocráticos'' a matrículas

Publicado em: 20/02/2024 09:57 | Atualizado em: 20/02/2024 10:05

O ministro Alexandre de Moraes deu 5 dias para o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, se explicar sobre a não obrigatoriedade de vacinação para matricular crianças (Crédito: Rafa Neddermeyer/ Agência Brasil)
O ministro Alexandre de Moraes deu 5 dias para o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, se explicar sobre a não obrigatoriedade de vacinação para matricular crianças (Crédito: Rafa Neddermeyer/ Agência Brasil)

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), respondeu, nesta segunda-feira (19/2), ao Supremo Tribunal Federal (STF) que a apresentação de cartão de vacinação nunca foi obrigatória para realização de matrícula na rede estadual.

 

No ofício, Zema disse que, em vídeo publicado nas redes sociais, se limitou a afirmar que a administração educacional estadual não irá impor “obstáculos burocráticos” à efetivação da matrícula com base em falta comprovação da vacinação infantil. A informação é do portal g1.

 

No documento, Zema ainda afirmou que a solicitação do cartão de vacina para crianças de até 10 anos é feita como forma de sensibilizar os responsáveis sobre a importância da vacinação. 

 

Confira a reportagem completa no Metrópoles

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL