Diario de Pernambuco
Busca

REAJUSTE

Servidores demandam aumento mínimo de 7% em 2024 para iniciar negociações

Servidores do Executivo federal têm reunião na tarde desta quarta (28/2) com o governo federal. Eles passaram a demandar um reajuste menor

Publicado em: 28/02/2024 13:19 | Atualizado em: 28/02/2024 13:30

O MGI promete mais 9% de correção nos próximos dois anos (Crédito: Rafaela Felicciano/Metrópoles)
O MGI promete mais 9% de correção nos próximos dois anos (Crédito: Rafaela Felicciano/Metrópoles)

Em meio às negociações com o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), servidores do Executivo federal devem apresentar uma proposta nova de reajuste entre 7% e 10%, a ser aplicado já em 2024.

 

Os percentuais sugeridos representam um recuo em relação à contraproposta apresentada pela bancada sindical no fim de janeiro, que pedia correções de 22,71% e 34,32%, a depender do tipo de acordo firmado com as categorias.

 

“Nossa principal intenção hoje é garantir algum percentual de recomposição já para 2024, porque na proposta do governo é zero para este ano. Então, a gente está levando uma contraproposta que pode ser implementada mais para o segundo semestre, entre 7% e 10% já em 2024 e garantir também [reajustes em] 2025 e 2026”, disse ao Metrópoles o presidente do Fórum Nacional Permanente das Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), Rudinei Marques, horas antes da reunião. 

 

Confira a reportagem completa no Metrópoles

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL