Diario de Pernambuco
Busca

ELEIÇÕES

Gleisi Hoffmann diz que Lula não vai atender ao 'mimimi do mercado'

Publicado em: 10/01/2022 21:07

 (Foto: NELSON ALMEIDA)
Foto: NELSON ALMEIDA
A presidente do Partido dos Trabalhadores(PT), deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR), afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não fará um “carta ao povo brasileiro”, como ocorreu em 2022, e nem atender ao “mimimi do mercado”.

"Não tem necessidade de carta ao povo brasileiro, as pessoas já conhecem o Lula. Não precisamos mais de um (Antonio) Palocci", disse Gleisi, em entrevista ao jornal O Globo divulgada nesta segunda-feira (10). A presidente do partido faz referência ao documento divulgado ao setor financeiro em 2002, quando Lula foi eleito, e Palocci o escolhido como primeiro ministro da Fazenda do governo petista.

Segundo a deputada, em 2022, a postura será diferente: "A única coisa que não vamos fazer é quebrar contratos, como o Bolsonaro fez com os precatórios. O resto nós vamos fazer. E não tem mimimi do mercado. Um país que não tem dívida externa, que tem este mercado consumidor não pode ter o povo com fome e sem renda”, completou, em referência à polêmica PEC dos Precatórios, que mudou as regras do teto de gastos e deu calote em dívidas judiciais, pedalando quase metade dos R$ 89,1 bilhões que deveriam ser pagos em 2022 para os ano seguintes, a fim de abrir espaço para gastos como, por exemplo, o Auxílio Brasil e as polêmicas emendas do relator, também denominadas como "orçamento secreto".

Propostas
 
A fala da deputada federal vem dias após planos dos petistas para a economia chamarem atenção. Na última terça-feira (04) o ex-presidente Lula elogiou a revisão da reforma trabalhista que está acontecendo na Espanha. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, na manhã desta segunda-feira (10), Gleisi reafirmou que é o partido não está satisfeito com a reforma trabalhista brasileira.

“Somos contra a reforma trabalhista, da forma como foi encaminhada. Quando se deu a discussão no Congresso Nacional, nossas bancadas no Senado e na Câmara votaram contra. Fomos contra o teto de gastos, também quando o processo foi discutido no Congresso”, lembrou a presidente do PT.

Ao O Globo, a presidente da sigla aponta a revogação do teto de gastos como uma das propostas eleitorais do PT. “O teto de gastos está desmoralizado e deve ser um dos primeiros a serem liquidados. Bolsonaro fez o orçamento de guerra e muitas outras coisas fora do teto aos olhos do mercado e agora querem exigir de nós respeito ao teto?”, questionou.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL

STF: maioria é contra ação para anular pagamento a profissionais de saúde

13/08/2022 às 18h42

Lula promete continuidade de auxílio de R$ 600 caso seja reeleito

13/08/2022 às 14h41

Prazo para pedir voto em trânsito termina na próxima quinta-feira

13/08/2022 às 12h58

Líderes neopentecostais pregam para reeleger Bolsonaro

13/08/2022 às 08h35

Deputado Joel da Harpa elabora PL contra a publicidade de alimentos ricos em açúcar nas escolas

12/08/2022 às 22h44

Novo diretor da Anvisa toma posse nesta sexta-feira

12/08/2022 às 22h42

Encontro de candidatas negras do Nordeste debate projeto político contra o racismo

12/08/2022 às 22h10

Silvio Costa critica Marília Arraes por escolha de candidato ao Senado

12/08/2022 às 21h50

TSE divulga cálculo para distribuição de tempo no horário eleitoral

12/08/2022 às 21h41

Roberto Jefferson registra candidatura à Presidência no TSE

12/08/2022 às 21h36

Defesa afirma que supersalários divulgados 'apresentam incorreções'

12/08/2022 às 20h49

Após reajuste no Judiciário, parlamentares também querem aumentar salários

12/08/2022 às 20h44

Barroso envia à PGR acusação contra Bolsonaro por crimes durante a pandemia

12/08/2022 às 19h21

D'Ávila fala em 'erradicar pobreza extrema' em quatro anos

12/08/2022 às 19h16

Bolsonaristas confundem tenente da FAB com Taylor Swift

12/08/2022 às 19h11

Bolsonaro sobre carta pela democracia: 'Preocupados com minha popularidade?'

12/08/2022 às 18h13

PL pedia exclusão do material da internet alegando propaganda eleitoral antecipada e ofensa à honra

TSE nega pedido para excluir vídeo em que Lula chama Bolsonaro de mentiroso

12/08/2022 às 17h23

Ministro indicado pelo presidente Bolsonaro pediu mais tempo para analisar ações que envolvem o chefe do Executivo

Mendonça suspende análise de inquéritos contra Bolsonaro no STF

12/08/2022 às 17h18