Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

MANIFESTAÇÕES

STJ nega pedido dos apoiadores do presidente para permanecer na Esplanada

Publicado em: 09/09/2021 21:39

 (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Nesta quinta-feira (9), o pedido de habeas corpus individual, coletivo e preventivo contra o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), foi indeferido liminarmente no Superior Tribunal de Justiça (STJ). A Corte afirmou que o pedido não cabe a eles. Ao Correio, o tribunal ainda afirmou que não haverá possibilidade de recurso. "Não há como recorrer. Agora, eles só podem fazer o pedido a outro órgão", disse o STJ. 

Hoje pela manhã, a advocacia que representa os caminhoneiros responsáveis pela mobilização que interdita a Esplanada dos Ministérios há cinco dias, a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), entraram com o pedido para que o governo permita que eles permaneçam na área central de Brasília até 20 de setembro. 

No pedido, são solicitadas as seguintes pautas:
- Que manifestantes e vendedores ambulantes possam exercer os direitos de expressão, de locomoção e de reunião pacífica na Esplanada dos Ministérios entre 1º a 20 de setembro concedendo a eles salvo conduto e proibindo coações, ameaças, prisões, imposição de multas, de forma ilegal; 

- Que Ibaneis não retirem os manifestantes da Esplanada e que seja dado um prazo razoável para negociação; 

- Que o governo não impeça a locomoção, não ameace ou dê ordens de prisão aos manifestantes; 

- Que haja salvo conduto para que os caminhoneiros possam chegar ao Distrito Federal para os atos sem serem impedidos ou sofrerem ameaças; e

- Que sejam aplicadas multas, no valor de R$ 1 mil, a quem descumprir as regras. 

Ibaneis Rocha, por sua vez, disse hoje que as equipes da Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF) "estão todas lá trabalhando para que a gente tenha uma desmobilização totalmente pacífica". 

"É um processo de negociação. Nós temos diversos manifestantes e a nossa polícia, através da Secretaria de Segurança, tá lá negociando com eles de modo a evitar qualquer tipo de violência. Nós estamos tentando fazer tudo através do convencimento", disse o governador.

A Esplanada dos Ministérios está fechada há cinco dias. O bloqueio começou no domingo (5), devido às manifestações de 7 de Setembro.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Após erupção do vulcão Cumbre Vieja, especialistas temem gases tóxicos
Manhã na Clube: Lucas Ramos (Sec. de Ciência e Inovação de Pernambuco) e dr. Catarina Ventura
Na ONU, Bolsonaro diz ser contra passaporte sanitário
Manhã na Clube: Augusto Coutinho, Laurice Siqueira, Frederico Preuss Duarte e Kaio Maniçoba
Grupo Diario de Pernambuco