Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

DOCUMENTO

Carta da Pfizer passou por Bolsonaro e por assessora do Planalto

Publicado em: 07/06/2021 17:14

 (foto: PR/Reprodução
)
foto: PR/Reprodução
A carta enviada ao governo brasileiro, em 12 de setembro de 2020, pela farmacêutica Pfizer, chegou até o gabinete do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). É o que aponta um ofício registrado no sistema do Palácio do Planalto.
 
O documento foi obtido pelo portal Antagonista. Até então, havia uma dúvida se as propostas tinham chegado, de fato, ao próprio Bolsonaro.

A carta tratava de ofertas de doses de vacina contra a Covid-19 e foi ignorada pelo presidente.

Ainda de acordo com os registros, a diretora de Gestão Interna do Gabinete Pessoal da Presidência, Aida Íris de Oliveira, respondeu o e-mail em 14 de setembro, dois dias depois.

No ofício, a assesora do gabinete confirma que recebeu a proposta, mas que, em razão da “natureza do assunto”, o documento estava sendo encaminhado para o Ministério da Saúde. A carta só foi respondida pela pasta dois meses depois.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Túlio Gadêlha, Beatriz Paulinelli e Guilherme Maia
Advogado de enfermeira afirma que Maradona foi morto
Manhã na Clube: entrevistas com Décio Padilha, Adriana Barros e Roseana Diniz
Para evitar contaminação por Covid, robôs oferecem água benta em Meca
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco