Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

CPI

Mandetta: Carlos Bolsonaro participava de reuniões sobre a pandemia

Publicado em: 04/05/2021 13:54

foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado (foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado
)
foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado (foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado )
O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, informou na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que Carlos Bolsonaro (Republicanos/RJ), filho 02 do presidente, participava das reuniões ministeriais. Ele, que é vereador carioca, não tem funções no Planalto para participar das discussões entre ministros do governo federal.
 
O relator da CPI, senador Renan Calheiros, questionou Mandetta sobre uma matéria do El País, de agosto de 2020, que ele fala sobre "um grupo de pessoas que fomentou essa fase da ira, do combate à realidade". O parlamentar quis saber quais eram as pessoas referidas na reportagem.

Mandetta respondeu: "Eu testemunhei várias vezes reunião de ministros, onde o filho do presidente [Carlos Bolsonaro], que é vereador no Rio de Janeiro, estava sentado atrás tomando notas da reunião. Eles tinham constantemente reuniões com esses grupos dentro da presidência", relatou.
 
Enquanto isso, o vereador continua difamando a imagem do ex-ministro em seu perfil do Twitter. Apenas na manhã desta terça (4), Carlos Bolsonaro já publicou uma série de vídeos e imagens ironizando falas antigas do ex-gestor da Saúde. Primeiro, ele usou o vídeo da despedida de Mandetta do Ministério da Saúde.
 
Em seguida, o filho do presidente compartilhou uma foto de Mandetta em um bar e ainda um outro vídeo em que o ex-gestor concorda com uma fala do presidente.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Cuba inicia vacinação contra a Covid-19 com imunizante próprio
Datafolha: Lula venceria Bolsonaro nas eleições de 2022
Manhã na Clube - Entrevista com Humberto Costa e Thiago do Vale da Apac
Air France e Airbus serão julgadas pelo voo 447 Rio-Paris
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco