Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

LAVA JATO

TRF-4 revoga prisão preventiva do ex-deputado Eduardo Cunha

Publicado em: 28/04/2021 16:00 | Atualizado em: 28/04/2021 16:13

Magistrados entenderam que o tempo de reclusão extrapolou o razoável, por conta de não existir até o momento condenação definitiva
 (crédito: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados)
Magistrados entenderam que o tempo de reclusão extrapolou o razoável, por conta de não existir até o momento condenação definitiva (crédito: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados)
Por unanimidade, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) decidiu revogar a prisão do ex-deputado Eduardo Cunha. Ele foi preso no âmbito da Lava-Jato, acusado de corrupção e organização criminosa. Cunha estava em prisão domiciliar desde o ano passado, em razão dos riscos gerados pela pandemia de Covid-19 no sistema prisional.

Com a decisão, o ex-parlamentar deixará de usar tornozeleira eletrônica, mas ainda terá de cumprir algumas determinações, como se manter no país. No julgamento do TRF-4, os desembargadores destacaram que a prisão dele era preventiva, e que extrapolou o limite.

Para os magistrados, não ficou comprovado que a reclusão deveria ser mantida, mesmo sem condenação definitiva. Cunha estava preso desde outubro de 2016, por determinação do ex-juiz Sergio Moro, que na ocasião era titular da 13ª Vara Federal de Curitiba.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
De 1 a 5: dicas para destravar sua criatividade e ampliar a percepção
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 10/05
Gil do Vigor é recebido com festa da população e honraria em Paulista
Imunização para gestantes começa a ser liberada, mas ainda gera dúvidas
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco