Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

ÓBITO

Morre Leonardo Cisneiros, professor da UFRPE e ativista dos direitos urbanos

Publicado em: 05/04/2021 12:26 | Atualizado em: 05/04/2021 14:46

 (Facebook/ Reprodução)
Facebook/ Reprodução


Leo Cisneiros, professor da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), ativista dos direitos urbanos e filiado ao PSOL, faleceu na madrugada desta segunda-feira (05). Cisneiros (44) sofreu um infarto nesta sexta-feira santa e iria passar por uma cirurgia de ponte de safena na manhã de hoje, mas nesta madrugada sofreu uma parada cardíaca e não resistiu.

Leo era filho de Daisy Cisneiros, que foi repórter de Economia do Diário. Segundo a irmã dele, a jornalista Daniela Arrais, Leo passou mal no início da semana passada."Por conta da Covid-19, não foi um pensamento imediato ir ao hospital, por causa dos riscos", ressaltou. 

Ao longo da semana, a saúde do professor piorou e ele decidiu buscar ajuda médica, no Hospital Português ele soube que tinha tido um infarto leve na quarta-feira e passou pelo processo de cateterismo. No procedimento, descobriu-se que ele tinha diversas artérias obstruídas e foi marcada a cirurgia para esta segunda.“Muitas pessoas têm o que falar sobre ele, ele tinha uma atuação múltipla, professor, pai, atuava pela cidade, são tantos Leos”, comentou Daniela.

“A pessoa mais inteligente que eu já conheci. O pai do Guido. O tio do Martin, que ele não conheceu, que dor. Quem deu meu nome, quem me ensinou a escrever, quem me deu colo nos momentos mais importantes da minha vida. Ele ia achar esse texto meloso, mas, meu irmão, você me tirou qualquer palavra. Você jamais será esquecido, e a gente vai cuidar muito do seu filho e do seu legado”, ressaltou Daniela. A última publicação no perfil do instagram do ativista  foi um quadro, pintado por ele, em homenagem ao sobrinho recém-nascido, Martin, filho de Daniela. 

Leo foi candidato a vereador do Recife em 2016, e segundo o vereador eleito Ivan Moraes (PSOL), mesmo não sendo eleito, atuou em prol do Recife. “Ele era muito generoso e nunca deixou de participar e colaborar com a política, sempre trabalhou com a gente, sugeria projeto de lei o tempo todo, era uma pessoa extremamente presente. Fez mais pelo Recife do que muito vereador”, ressaltou Ivan. O vereador relembrou de sua eleição, quando concorreu junto com Cisneiros, e afirma que o colega foi essencial em sua eleição e mandato, chegando até a ser conselheiro da cidade. “Ele era uma pessoa brilhante, com a mente iluminada. Era cabeça dura, quando acreditava em algo ele enfrentava quem tinha que enfrentar”, comentou Ivan.

A direção estadual do PSOL lamentou a notícia, Leo era filiado ao partido e participou de diversas militâncias, entre elas, o movimento Ocupe Estelita. “Manifestamos toda nossa consternação e profunda tristeza por essa perda irreparável. Externamos nossas considerações aos familiares, amigos e amigas”, ressalta a nota do partido.

“Leo foi responsável por pensar e fazer uma nova utopia para Recife. Os últimos 10 anos do planejamento da cidade devem a ele os principais combates contra a especulação imobiliária e por uma cidade democrática. Do Estelita às Zeis. Leo lutou por um Recife para todas as pessoas”, destacou o assistente social Rud Rafael. 

O gerente de Inovação no Porto Digital, Caio Scheidegger, afirmou que o professor agregou bastante com a sua carreira de ativista, jurista, professor e representante dos direitos urbanos. “Leo conhecia os trâmites urbanísticos e políticos como ninguém, e juntou ao redor de si um grupo extremamente qualificado e pujante de pensadores, ativistas, caminhantes, e pessoas que queriam contribuir para a redução de desigualdades na cidade”, ressaltou. Caio frisou a participação de Leo na elaboração de mais de 101 emendas na lei orgânica, na constituição do município. “Tinha uma sensibilidade artística incrível, e ajudou a registrar esses atos, protestos, reuniões e debates, garantindo o registro desses esforços coletivos”, afirmou Caio.

“Léo foi um estrela. Inteligência rara. Sorriso largo. Filosofia na ponta da boca. Recife nesse seu coração grande. Enorme como o desejo de Recife melhor”, comentou Érico Andrade, professor da UFPE e chefe do Departamento de Filosofia.

A coordenação do Ocupe Estelita também se manifestou, lamentando o falecimento do ativista. “Leo é muito grande. Não cabia em uma vida só. Foi um privilégio enorme partilhar tanto com ele. Impossível imaginar o tamanho da ausência de alguém que ocupava tudo. Um amor enorme, que só cresce”, comentou Cris Gouvêa, do movimento.

 

Nota do PSOL na íntegra

É com grande pesar que a direção estadual do PSOL Pernambuco recebe a notícia do falecimento do camarada Leonardo Cisneiros, filiado ao partido e militante dos direitos urbanos. Leonardo era professor universitário, pensador e ativista da cidade. Teve grande participação no movimento Ocupe Estelita e na criação do grupo “Direitos Urbanos - Recife”.

O camarada contribuiu bastante para a elaboração programática do PSOL nas eleições municipais de 2012. Era filiado ao PSOL desde 2015 quando participou da construção do nosso primeiro mandato parlamentar estadual. Em 2016 foi candidato a vereador do PSOL na cidade do Recife. Em 2017 foi um dos principais idealizadores do processo de reconstrução do PSOL Pernambuco.

O partido perde um grande quadro político e o Recife perde um dos seus maiores lutadores. Manifestamos toda nossa consternação e profunda tristeza por essa perda irreparável. Externamos nossas considerações aos familiares, amigos e amigas.

Que sigamos firmes na luta em memória da militância de Leonardo Cisneiros.

Direção Estadual do PSOL Pernambuco

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Metade da população adulta nos EUA já tomou ao menos uma dose de vacina contra Covid
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 19/04
A Justiça está realmente cuidando das crianças no centro de disputas familiares?
Resumo da semana: STF mantém anulações de sentenças contra Lula, mais jovens em UTIs e CPI da Covid
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco