Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

LEGISLAÇÃO

Projeto de Lei reforça cadastro e pagamento de direitos autorais a artistas

Publicado em: 23/03/2021 17:47

O PL 5542/20, de autoria do deputado Danilo Forte (PSDB-CE), altera Lei 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, e está em fase de análise pelas comissões de Cultura e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados
 (Foto: Agência Camara)
O PL 5542/20, de autoria do deputado Danilo Forte (PSDB-CE), altera Lei 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, e está em fase de análise pelas comissões de Cultura e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados (Foto: Agência Camara)
Com a proposta de garantir o pagamento de direitos autorais a músicos, acompanhantes e arranjadores, o Projeto de Lei 5542/20 torna obrigatório o cadastramento de músicos, acompanhantes e de arranjadores no Código Internacional Padrão para Gravações (ISRC, na sigla em inglês). O código é usado pelo Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) para identificar os profissionais que têm direito a receber rendimentos em caso de execução da obra. O projeto altera a Lei de Direitos Autorais e tramita na Câmara dos Deputados, aguardando análise das comissões de Cultura (CCULT) e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

O proponente, deputado Danilo Forte (PSDB-CE), argumenta que, por displicência ou desinformação, milhares de músicos não recebem pelos direitos autorais e nem constam no IRSC. %u201COu seja, apesar de recomendado, não há obrigatoriedade do cadastro ISRC para músicos, ocasionando perda financeira e de representatividade artística para os suprimidos participantes do fonograma%u201D, explica o autor, em nota da Agência Câmara de Notícias.

Ele complementou dizendo ser clara a necessidade dessa atualização da Lei de Direitos Autorais.
"Possibilitando assim o reconhecimento do trabalho realizado por milhões de músicos. A grande maioria deles tem na música sua única fonte de renda", concluiu Forte.


Mudança

O PL altera a Lei 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, para estabelecer a obrigatoriedade do cadastramento de músicos, acompanhantes ou arranjadores em fonogramas. A proposição foi recebida pela Comissão de Cultura (CCULT) em 13 de março e aguarda avaliação.




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
A Justiça está realmente cuidando das crianças no centro de disputas familiares?
Cacique Raoni pede ao presidente dos EUA que ignore Jair Bolsonaro
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 16/04
Carta aberta pede quebra de patentes de vacinas de Covid-19
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco