Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

CASA DE LUXO

Flávio Bolsonaro ataca imprensa por divulgar compra de imóvel

Publicado em: 02/03/2021 15:41 | Atualizado em: 02/03/2021 15:43

 (Senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) comprou uma mansão luxuosa em Brasília por R$ 6 milhões. Foto: Arquivo/Agência Senado)
Senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) comprou uma mansão luxuosa em Brasília por R$ 6 milhões. Foto: Arquivo/Agência Senado
O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) compartilhou em suas redes sociais nesta terça-feira (02) um vídeo atacando a imprensa por divulgar a compra do imóvel luxuoso em Brasília.

Ele justifica o gasto com a venda de um outro imóvel que tinha no Rio de Janeiro e disse ter acionado o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI) para proteger a casa.





O filho do presidente comprou um imóvel de luxo no Setor de Mansões Dom Bosco, no Lago Paranoá, em Brasília, no valor de R$ 6 milhões. A região faz parte de um bairro nobre da capital. As informações foram divulgadas pelo portal O Antagonista.

Após a repercussão, o parlamentar resolveu se pronunciar por meio de um vídeo compartilhado em suas redes sociais. “Mais uma vez a imprensa tenta construir uma narrativa criminosa em cima de uma simples compra e venda de imóvel”, disse.

Flávio continuou atacando a imprensa: “Eu já sabia que isso podia acontecer, porque é comigo. Mas eu não vou deixar de fazer nada na minha vida com medo de como a imprensa vai explorar ou distorcer isso”, completou.

Ele se explicou: “Sendo bastante objetivo, eu vendi o imóvel que tinha no Rio de Janeiro. Vendi também uma franquia que possuía também no RJ e dei entrada em uma casa em Brasília. A maior parte do valor dessa casa está sendo financiada no banco em uma taxa que foi aprovada conforme o regimento familiar, como qualquer pessoa no Brasil pode fazer”, afirmou.

“Lamento essa exploração com um fato simples. Isso tudo está em uma escritura pública acessível a qualquer brasileiro, acessível a qualquer imprensa. 'Não estamos conseguindo identificar a compra e venda do seu imóvel lá no RJ', foi um instrumento particular de compra e venda e que daqui a pouco vai ter uma escritura pública também está na fase de elaboração das certidões para que possa instruir isso. Nada além disso”, continuou.

O senador também criticou a divulgação da compra. “Eu lamento que a imprensa exponha o endereço onde moro e minha família em função disso. Já oficiei o GSI, órgão responsável no governo pela segurança da família do presidente, para que intensifique a segurança no entorno da minha residência”, concluiu.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
A Justiça está realmente cuidando das crianças no centro de disputas familiares?
Cacique Raoni pede ao presidente dos EUA que ignore Jair Bolsonaro
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 16/04
Carta aberta pede quebra de patentes de vacinas de Covid-19
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco