Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

MINISTÉRIO DA SAÚDE

Bolsonaristas atacam Queiroga, novo ministro da Saúde: 'É o novo Mandetta'

Publicado em: 31/03/2021 16:37

 (Nos posts, os apoiadores criticam as medidas adotadas por Mandetta (D) no ínicio da pandemia. Entre os assuntos mais citados, está o isolamento social, defendido também por Queiroga. Foto: Agência Brasil/Reprodução)
Nos posts, os apoiadores criticam as medidas adotadas por Mandetta (D) no ínicio da pandemia. Entre os assuntos mais citados, está o isolamento social, defendido também por Queiroga. Foto: Agência Brasil/Reprodução
Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) usaram as redes sociais, nesta quarta-feira (31), para comparar o novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, com o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta. Os dois são médicos e defendem o uso de máscaras de proteção contra a Covid-19. 

“Pra falar a verdade, eu já sabia que esse Queiroga é mais do mesmo. Mandetta + Teich Pazuello Queiroga = 0”, escreveu um apoiador. “Queiroga já veio com essa conversa de usar máscara e vacina para todos. Teremos escolhas?! Mais um à moda Mandetta?!”, pontuou outro.

Nos posts, os apoiadores críticam as medidas adotadas por Mandetta no ínicio da pandemia. Entre os assuntos mais citados, está o isolamento social. Assim como seus apoiadores, Bolsonaro já afirmou diversas vezes ser contra a medida de proteção.

Mais cedo, logo após o encontro do Comitê do Combate a Pandemia de Covid-19, Marcelo Queiroga discursou pedindo o isolamento social e desincentivando aglomerações durante o feriadão.

Em seu discurso, o ministro da Saúde incentivou o uso de máscaras. "Sabemos que, nos grandes feriados, há possibilidade de aglomeração desnecessária. As pessoas devem observar o uso de máscara e guardar o distanciamento entre si para que a doença não se transmita", pontuou Queiroga.

Nos posts, os apoiadores críticam as medidas adotadas por Mandetta no ínicio da pandemia. Entre os assuntos mais citados, está o isolamento social. Assim como seus apoiadores, Bolsonaro já afirmou diversas vezes ser contra a medida de proteção.

Segundo o ministro da Saúde, se os brasileiros fizerem essas ações de maneira efetiva será mais fácil conseguir melhores resultados. 

Em seguida, o presidente discursou, porém, sem utilizar o equipamento de proteção.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
A Justiça está realmente cuidando das crianças no centro de disputas familiares?
Cacique Raoni pede ao presidente dos EUA que ignore Jair Bolsonaro
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 16/04
Carta aberta pede quebra de patentes de vacinas de Covid-19
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco