Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

INVESTIGAÇÃO

Pazuello depõe na PF nesta quinta sobre crise em Manaus

Publicado em: 04/02/2021 13:42

 (Foto: Miguel Schincariol/AFP)
Foto: Miguel Schincariol/AFP
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, vai prestar depoimento na tarde desta quinta-feira (04), à Polícia Federal. A oitiva ocorre no âmbito da investigação aberta para apurar se ocorreu omissão do ministro em relação a crise gerada pela falta de oxigênio em Manaus.

De acordo com fontes ouvidas pelo Correio, na PF e no governo, o depoimento deve ocorrer em um hotel de trânsito, às 14 horas, onde Pazuello mora no Setor Militar Urbano - ele ainda é oficial da ativa do Exército. A investigação corre sob sigilo, e foi solicitada pela Procuradoria-Geral da República.

Dias antes dos estoques de oxigênio acabarem na capital do Amazonas, Pazuello foi até a região e recomendou o uso de medicamentos sem eficácia científica comprovada contra a Covid-19. O governo federal também foi avisado com antecedência pela empresa White Martins de que os níveis do gás estavam baixos, enquanto a demanda estava subindo.

Desde a última sexta-feira (29), o ministro da Saúde não aparece e nem se pronuncia publicamente. Na ocasião, Pazuello participou da cerimônia de recepção dos profissionais selecionados por meio do programa Mais Médicos para reforçar o atendimento dos pacientes de Covid-19 no Amazonas. No mesmo dia, à tarde, retornou a Brasília.

Pazuello também enfrenta problemas com o Tribunal de Contas da União (TCU), que apontou que não há amparo legal no uso de recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) na compra de medicamentos à base de cloroquina para o tratamento da Covid-19.

O ministro tem até 10 dias úteis, contados a partir de 22 de janeiro, para dar explicações ao TCU sobre o uso de medicamentos ineficazes no tratamento da doença causada pelo novo coronavírus.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Bolsonaro diz não ter briga com a Petrobras
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 24/02
Atividades econômicas proibidas em 63 municípios do Agreste e Sertão
Brasil aprova uso definitivo da vacina da Pfizer, mas imunizante ainda não está disponível
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco