Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

Flávia Arruda é a primeira mulher a assumir a comissão do Orçamento

Publicado em: 11/02/2021 13:21

Aos 41 anos, deputada de Taguatinga foi eleita presidente da comissão por aclamação
 (Foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Aos 41 anos, deputada de Taguatinga foi eleita presidente da comissão por aclamação (Foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
A deputada federal Flávia Arruda (PL-DF) é a primeira mulher da Câmara a presidir a Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso e a segunda parlamentar mulher a executar essa função. Em 2015, a senadora Rose de Freitas (MDB-ES) comandou o colegiado responsável por apreciar os projetos de leis orçamentárias.

Aos 41 anos, completados em janeiro, a deputada de Taguatinga foi eleita presidente da comissão, ontem, por aclamação. No discurso de posse, apontou como “prioridade zero” a vacinação e, em segundo lugar, defendeu foco na distribuição de renda. “Não podemos viver num país onde as pessoas passam fome. Qualquer um de nós, que tem responsabilidade, sabe o quão urgente é isso. Precisamos cuidar das pessoas”, pregou.

Na sessão de ontem, Flávia ficou bastante emocionada com os elogios das companheiras da Casa e foi às lágrimas quando a deputada Celina Leão (PP-DF) pediu a palavra. “Deputada Celina, deixa eu respirar. A senhora não vai me fazer chorar, não é?”, afirmou. “Não, não posso te deixar respirar, deputada. É muita emoção para nós também”, respondeu ela, contando que “foi correndo” para o plenário da CMO cumprimentar a amiga. “Não poderia deixar de vir e falar da minha alegria, dupla, de você estar aqui nos representando, e tenho certeza de que você representa coerência. Você é uma mulher forte”, completou.

Deputada federal mais votada na bancada do DF, Flávia Arruda foi eleita para o primeiro mandato em 2019, com 121.340 votos. Bacharel em direito pela Unieuro e repórter do Grupo Bandeirantes entre 2009 e 2010, a parlamentar é casada com o ex-governador José Roberto Arruda — preso em 2010 por envolvimento no escândalo de corrupção revelado pela Operação Caixa de Pandora e impedido de se candidatar pela Lei da Ficha Limpa. Com ele, tem duas filhas.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
PIB brasileiro tem queda expressiva de 4,1%
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 03/03
Secretários estaduais de Saúde pedem mais rigor nas medidas de restrição contra Covid-19
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 02/03
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco