Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

ELEIÇÕES

De olho em 2022, Bolsonaro diz que 'namora' Patriota

Publicado em: 08/02/2021 21:08

 (Foto: Sérgio Lima/AFP)
Foto: Sérgio Lima/AFP
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a afirmou nesta segunda-feira (8) que decidirá em março se continuará com a ideia de criar o Aliança pelo Brasil ou se escolherá um outro partido já existente. Entre os pretendentes, o chefe do Executivo relatou que tem %u2018namorado%u2019 com o Patriotas. Porém, ressaltou que deseja ser autoridade no partido. A declaração ocorreu durante entrevista ao jornalista José Luiz Datena.

"Eu pretendo definir o meu futuro partido em março, mas estou namorando alguns partidos, dentre eles, um tal de Patriota. Agora, eu não posso ir para um partido e não ser autoridade nesse partido. No PSL, eu não era autoridade", criticou. "Eu prefiro partido menor, mas o que acontece? Vou conversar com alguns deputados, uns 30 [PSL], com quem eu tenho contato, que trabalham comigo, para decidir sozinho. Eu vou conversar com eles antes para a gente disputar as eleições", completou.

Bolsonaro emendou que a sigla para a qual pode eventualmente migrar possui pouco espaço na televisão e poucos recursos para campanhas. "O Patriota tem dez segundos de televisão. E fundo partidário praticamente não existe", apontou.

No último dia 25, o presidente também reclamou da burocracia para fundar sigla e observou que o tempo está exíguo. "É muita burocracia, muito trabalho, certificação de fichas, depois passa pelo TSE também. Então, o tempo está meio exíguo para gente aí, não vai deixar de continuar trabalhando, mas vou ter que decidir. Porque não é por mim, não estou fazendo campanha para 2022, tá certo? Mas o pessoal quer disputar e queria estar num partido onde tivesse simpatia minha. Então essa que é a intenção de a gente fazer isso", avaliou, na data.

Há mais de um ano na tentativa de fundar o Aliança pelo Brasil, Bolsonaro ainda está longe de atender aos requisitos para ter seu partido registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). São necessárias 492 mil assinaturas para que o partido seja criado. No entanto, até agora, a sigla conseguiu reunir pouco mais de 57 mil rubricas válidas.

O chefe do Executivo ainda vem mantendo conversa com outras siglas que possivelmente poderão abarcá-lo, como PL, PP e PSL. Ainda no último dia 13, a bancada do PTB esteve no Palácio do Planalto e convidou Bolsonaro a se filiar à sigla.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
PIB brasileiro tem queda expressiva de 4,1%
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 03/03
Secretários estaduais de Saúde pedem mais rigor nas medidas de restrição contra Covid-19
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 02/03
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco