Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

GRANDE RECIFE

Comissão de Direitos Humanos de Olinda se destaca por presença negra

Publicado em: 18/02/2021 21:50 | Atualizado em: 19/02/2021 14:48

Vinicius Castello (PT), vereador de Olinda (Foto: Divulgação)
Vinicius Castello (PT), vereador de Olinda (Foto: Divulgação)

Os membros das Comissões Permanentes que regem o sistema legislativo de Olinda foram definidas, na última quarta-feira (17). Por consequência, os líderes que representam as capilaridades da Casa Bernardo Vieira de Melo. O destaque está para a Comissão de Defesa e Direitos Humanos que, diferente das outras - que estão compostas por aliados diretos do Professor Lupércio (SD) -, é composta por políticos do campo esquerdista e de maioria negra. Como alguns deles preferem dizer: participantes que gostam de lutar pelos direitos humanos e uma luta de verdade.

"É uma bandeira que a gente vai continuar defendendo. Defenderemos moradia, saúde, educação, segurança e o bem-estar da população. Nos empenharemos na luta contra o desemprego e na garantia de cidadania do morador Olindense", promete a vereadora Dete Silva (PCdoB). 

Durante a entrevista, a parlamentar ressaltou que a sua participação no movimento sem terras foi um catalisador para o fortalecimento de sua luta. Ela pronunciou, ainda, que seguirá na luta pelos direitos humanos e fará um mandato forte. “Estar na comissão, junto aos companheiros Vinícius (PT) e Flávio Nascimento (PSD) é uma honra. São colegas de muita luta e tenho certeza que faremos um mandato e gerência fiéis aos nossos eleitores”, alegou. 

O vereador Vinicius Castello (PT) salientou que “Poder presidir a comissão de direitos humanos no município de Olinda será de extrema importância, tendo um caráter não só simbólico diante do momento político em que vivemos, onde o governo federal tem articulado o enfraquecimento em todas as instâncias, mas principalmente efetiva no que tange a representação de ter alguém que evidentemente atue na área”.

O mandato no qual o petista tem se levantado, conforme disse, é regido pela pluralidade. “Nós precisamos absorver a ideia de que a sociedade é diversificada e as demandas e discussões precisam envolver todas as pessoas. Ser a pessoa mais jovem na câmara de Olinda e o primeiro assumidamente lgbtq+ em toda a história legislativa me dá ainda mais responsabilidade diante das discussões que serão trazidas pra essa casa. É importante ter em mente que vivemos num País que persegue, viola e mata diariamente ativistas e isso se dá pelo reforço a uma visão deturpada do que é lutar pelos nossos direitos”, destacou Vinícius (PT).
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 03/03
Secretários estaduais de Saúde pedem mais rigor nas medidas de restrição contra Covid-19
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 02/03
Com 93% de taxa de ocupação de UTIs, Pernambuco decreta mais restrições
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco