Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

VIOLÊNCIA

Apoiadores de Daniel Silveira agridem homem com placa de Marielle, no Rio

Publicado em: 17/02/2021 17:46

Homem é agredido na porta da PF-RJ por bolsonaristas (Foto: REPRODUÇÃO/Rádio Tupi)
Homem é agredido na porta da PF-RJ por bolsonaristas (Foto: REPRODUÇÃO/Rádio Tupi)
Após fazer ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) e enaltecer o Ato Institucional n° 5, o AI-5, o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) foi condenado à prisão nesta quarta-feira (17/2). Após a decisão do STF, grupos bolsonaristas se concentraram nas entradas da Superintendência da Polícia Federal do Rio, no Centro da cidade, onde ele está preso, pedindo a liberação do parlamentar.

Bolsonaristas, que apoiam o deputado, agrediram um homem que levou uma placa com o nome da vereadora Marielle Franco. Ela é semelhante à que foi quebrada pelo político, junto ao deputado estadual Rodrigo Amorim (PSL-RJ), em 2018.
 
STF confirma, por unanimidade, prisão do deputado Daniel Silveira 

O grupo, que em maioria estava sem máscara, também atacou equipes de imprensa. Jornalistas e cinegrafistas precisaram se abrigar na sede da Polícia Federal e em seguida foram escoltados para deixar o local.

Gritos como “Marielle Franco levou pouco tiro”, “já foi tarde pro inferno” e “quem manda no país é o Jair [Bolsonaro]”, foram registrados junto a pedidos de prisão do ministro Alexandre de Moraes, do STF.

Entenda
Na terça-feira (16/2), Daniel Silveira publicou um vídeo que ataca membros do Supremo, especialmente o ministro Edson Fachin. Ele também enalteceu o Ato Institucional n°5, o AI-5, e disse: “Vocês deveriam ter sido destituídos do posto de vocês e uma nova nomeação, convocada e feita, de 11 novos ministros. Vocês nunca mereceram estar aí e vários também que já passaram não mereciam. Vocês são intragáveis, inaceitáveis, intolerável Fachin”.

Silveira é um dos alvos do inquérito dos atos antidemocráticos, que investiga o financiamento e organização de manifestações que pedem o fechamento do STF e do Congresso, e também do inquérito das fake news, que apura ameaças e ataques aos magistrados do tribunal.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 03/03
Secretários estaduais de Saúde pedem mais rigor nas medidas de restrição contra Covid-19
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 02/03
Com 93% de taxa de ocupação de UTIs, Pernambuco decreta mais restrições
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco