Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

CONVITE

Bolsonaro recebe convite da bancada do PTB para se filiar ao partido

Publicado em: 13/01/2021 14:47

 (Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Atualmente sem partido, o presidente Jair Bolsonaro recebeu, na manhã desta quarta-feira (13), a bancada do PTB no Palácio do Planalto. Segundo parlamentares, a legenda convidou o chefe do Executivo a se filiar à sigla. Na mesa, também esteve em pauta o auxílio emergencial, ajuda paga pelo governo até o fim do ano passado.

“Nós viemos fazer um convite para ele ir ao PTB, reforçar o nosso compromisso para, a partir de janeiro, ele estar conosco", apontou o deputado Paulo Bengston (PTB-PA). Além dele, também estiveram na reunião os deputados Wilson Santiago (PB), Emanuel Pinheiro Neto (MT), Marcelo Moraes (RS), Nivaldo Albuquerque (AL) e Santini (RS).

Desde que deixou o PSL, o presidente e seus aliados tentam fundar o Aliança Pelo Brasil, no entanto, o projeto ainda não conseguiu o número mínimo de assinaturas para ter o registro na Justiça Eleitoral.

Em dezembro, Bolsonaro prometeu um "partido de direita" para abrigar as candidaturas que irão lhe apoiar no projeto de reeleição em 2022. O chefe do Planalto afirmou que, caso não consiga criar um partido próprio, irá se filiar a alguma legenda existente até março. E reclamou de burocratização.

“Está difícil, burocratizou-se muito a questão da formação de partido. Se eu tivesse feito lá atrás um partido, alguns anos atrás, sem problema nenhum. Agora decisão minha: março, se o Aliança não estiver formado em março, é possível formar, sim, mas se não estiver formado, já estou namorando aí alguns partidos, vou fechar com um, para esse pessoal poder se preparar para 2022”, disse.

Auxílio emergencial
O deputado Wilson Santiago (PTB-PB) afirmou a jornalistas que pediu ao presidente a rediscussão sobre o eventual retorno do auxílio emergencial. "Cobramos do presidente algumas ações no que se refere à real situação e a necessidade da questão do auxílio emergencial ser rediscutido e ver as condições que o Brasil tem de atender a essa demanda de grande parte dos desempregados do Brasil", declarou.

Eleição da Câmara
A respeito da eleição da Câmara, Santiago negou que Bolsonaro tenha cobrado posicionamento do PTB e que o partido deverá se posicionar até a próxima semana sobre qual candidato apoiará. “É natural que se toque nesses assuntos, mas não houve, por parte do presidente, nenhuma cobrança no que se refere a posicionamento partidário.”

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e Bolsonaro protagonizam um embate em torno da disputa pela principal cargo da Casa. O demista deseja emplacar Baleia Rossi (MDB-SP) como seu sucessor, enquanto o Planalto apoia Arthur Lira (Progressistas-AL).
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
De 1 a 5: como as mudanças no WhatsApp afetam sua privacidade
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 25/01
Enem 2020: professores do Colégio Núcleo comentam ao vivo as provas deste domingo
Verão inspira cuidados com a saúde e alimentação
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco