Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

COVID-19

Tadeu Alencar realoca R$ 4,5 mi em emendas para combater pandemia

Publicado em: 27/03/2020 18:56

Deputado também classificou postura do presidente Bolsonaro como 'criminosa' (Foto: Hesíodo Goes / Esp DP)
Deputado também classificou postura do presidente Bolsonaro como 'criminosa' (Foto: Hesíodo Goes / Esp DP)
Nesta sexta-feira (27), o deputado federal Tadeu Alencar (PSB-PE) anunciou que realocou recursos de R$ 4,5 milhões de suas emendas parlamentares para a Saúde, especificamente para ações de prevenção e combate ao Coronavírus. O parlamentar justificou o redirecionamento dos recursos, que seriam disponibilizados para outros setores porém, pela gravidade da pandemia.

“Com isto, deixamos clara a nossa opção pela Saúde e pela vida. No momento em que a infecção pelo Covid-19 se intensifica, não tem sentido em não se ter essas duas áreas como prioritárias. É pelo que temos de lutar com todas as forças, agora. E é o que faremos. Estamos numa guerra contra um inimigo invisível, mas feroz”, afirmou o socialista.

Tadeu Alencar destacou a necessidade de se manter todos os cuidados definidos pelas autoridades sanitárias, como a Organização Mundial de Saúde (OMS) e o próprio Ministério da Saúde, que recomendam a prevenção como a ação mais importante neste instante. Ele também corroborou as decisões tomadas pelo governador Paulo Câmara (PSB) e pelo prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), além da maioria dos prefeitos do Estado, no sentido de manter fechados os pontos de aglomeração de pessoas.

“Temos todos que ficar em casa, mantendo todos os cuidados de higiene, cuidar dos idosos e não relaxar com esses cuidados. É a forma de contermos a propagação do vírus, o que faremos juntos, com esforço, responsabilidade e paciência", disse o deputado.

O parlamentar também comentou a postura do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), sobre as pessoas voltarem a seus postos de trabalho e isolarem apenas os idosos e doentes crônicos. “A risada do presidente quanto ao assunto, confrontando governadores que cumprem os seus papéis de líderes, e a ciência  e infectologistas do mundo inteiro, é o maior símbolo da sua conduta criminosa - não há outro termo. A história não lhe absolverá. Pena que quem não viver, não verá. E serão muitos", sentenciou.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Covid-19 põe indígenas amazônicos em grande risco
Covid-19: Taxa de isolamento social no Recife cai para 45%
05/06: Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Manifestações por morte de garoto, Weintraub presta depoimento na PF e inquérito de facada arquivado
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco