Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

NOTA

PT critica pronunciamento de Bolsonaro e acusa "irresponsabilidade criminosa"

Publicado em: 25/03/2020 11:20 | Atualizado em: 25/03/2020 11:27

 (Carolina Antunes/PR)
Carolina Antunes/PR

Após o pronunciamento oficial do presidente Jair Bolsonaro na noite dessa terça (24), críticas ferrenhas se espalharam rapidamente contra a fala que estimulava o fim do confinamento da população. Ainda na noite da terça, o PT emitiu uma nota tecendo críticas ao líder do executivo nacional, onde o acusou de “irresponsabilidade criminosa” e “ incitação ao genocídio”. 

Confira a nota assinada pela presidenta nacional do partido, Gleisi Hoffmann, pelo líder do PT na Câmara, Enio Verri, e pelo líder do PT no Senado, Rogerio Carvalho.
 
“Nas últimas semanas o país viu um presidente da República totalmente desorientado, alternando falas contraditórias sobre a crise do coronavírus, incapaz de liderar e agir.

Mas esta noite o Brasil assistiu pela TV um Jair Bolsonaro sem máscara, dizendo as barbaridades que ele verdadeiramente pensa em sua irresponsabilidade criminosa.

Na contramão dos cientistas, das autoridades médicas, da Organização Mundial da Saúde e de todos os países do mundo, Bolsonaro atacou as medidas de isolamento adotadas por autoridades estaduais e municipais para combater o coronavírus.

Não foi apenas mais uma demonstração de ignorância, má fé e cinismo de um presidente que só pensa em si, no seu poder e de sua família.

Foi um gesto de total desprezo pela vida das pessoas, pelos seres humanos, pela população que ele tem obrigação de proteger diante da mais grave crise sanitária que o mundo moderno já enfrentou. Uma incitação ao genocídio.

É o mesmo Bolsonaro que fez campanha contra os Mais Médicos e os médicos cubanos, chefe de um governo que fragilizou o SUS e a Estratégia Saúde da Família.

Bolsonaro fala que estão criando histeria, mas seu governo se aproveita da crise para retirar ainda mais direitos dos trabalhadores. Fala em defender empregos, mas sua primeira medida foi autorizar a demissão em massa de trabalhadores.

Usa a crise para fazer disputa política com governadores e prefeitos que estão adotando as medidas corretas que ele se recusou a tomar.

Bolsonaro é mais nocivo para a saúde, para o país e para a democracia do que qualquer espécie de vírus.”

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Última Volta: GP da Grã Bretanha de F1 2022
Toalhas de Lula e Bolsonaro movimentam o comércio e dão o tom das eleições
Desemprego cai a 9,8% entre março e maio no Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado federal Daniel Coelho e com a Dra. Magda Maruza
Grupo Diario de Pernambuco