Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

EXAMES

Alcolumbre testa negativo para coronavírus, e Senado deixa suspensão sob análise

Por: FolhaPress

Publicado em: 14/03/2020 10:49

 (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado )
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
O exame de coronavírus do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), deu negativo. O resultado saiu na noite de sexta-feira (13). A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do parlamentar neste sábado (14).

Com isso, a possibilidade de suspender as votações do Senado na próxima semana continua apenas sob análise. Há uma sessão do Congresso convocada para esta terça-feira (17).

Alcolumbre recebeu diversos telefonemas de senadores preocupados com o risco de contaminação no Congresso e propunham que ele suspendesse as votações no Senado.
Na Casa circulam, por dia, em média, 11 mil pessoas, entre parlamentares visitantes, servidores, terceirizados, estagiários e menores aprendizes.

No entanto, ele tem sido cauteloso porque a suspensão de votações em plenário e nas comissões comprometeria a tramitação de projetos importantes da agenda econômica, como a PEC Emergencial, proposta de emenda à constituição que prevê medidas para controlar gastos obrigatórios do governo federal, de estados e municípios.

Dos projetos prioritários elencados pelo ministro Paulo Guedes (Economia), a PEC é a que, aprovada, terá efeito mais imediato.

A previsão é que o relatório que altera o texto original da PEC seja apresentado na próxima semana e votado no dia 25 na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça).

Na quarta-feira (11), quando a Organização Mundial da Saúde declarou pandemia do coronavírus, Alcolumbre e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), publicaram atos limitando a circulação de pessoas no Legislativo.

Alcolumbre fez o teste para checar se tinha sido contaminado na noite de quinta-feira.
o presidente do Senado resolveu passar pelo exame por ter encontrado, ao longo da semana, com mais de 20 ministros, parlamentares e assessores que integraram a comitiva do presidente Jair Bolsonaro em viagem aos Estados Unidos, no fim de semana passado.

O secretário de Comunicação do governo federal, Fábio Wajngarten, que participou da viagem, testou positivo para o covid-19.

Bolsonaro fez o teste na quinta e, nesta sexta, disse que seu exame havia dado negativo.
Dois senadores que participaram da viagem também fizeram os testes.

O presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, Nelsinho Trad (PSD-MS), teve resultado positivo. A informação foi confirmada pelo próprio senador, que está de quarenta em Brasília. Ele esteve com Alcolumbre na quarta-feira (11).

Já o teste de Jorginho Mello (PL-SC) deu negativo. Ele encaminhou à reportagem uma foto do resultado do exame na tarde desta sexta. O senador disse que teve pouco contato com Wajngarten ao longo da viagem. Ainda como caso suspeito, Mello foi ao Senado na quinta para comandar uma reunião da CPI (comissão parlamentar de inquérito) que investiga o acidente ocorrido com a equipe da Chapecoense, em 2016.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Toalhas de Lula e Bolsonaro movimentam o comércio e dão o tom das eleições
Desemprego cai a 9,8% entre março e maio no Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado federal Daniel Coelho e com a Dra. Magda Maruza
Registro de armas dispara no Brasil durante governo Bolsonaro
Grupo Diario de Pernambuco