Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Política

Medida

Bolsonaro aciona AGU para processar líder do PSL na Câmara

Publicado em: 18/10/2019 21:33

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
Nesta sexta-feira (18), o presidente Jair Bolsonaro acionou a Advocacia Geral da União (AGU) para processar o líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), que, em áudio vazado, disse que ia implodir o presidente, além de chamá-lo de vagabundo. 

De acordo com a apuração do Estadão/Broadcast, o envolvimento da AGU na situação causou mal-estar entre integrantes de instituição. A entidade não poderia defender algo pessoal do presidente, apenas atos oficiais do governo.

A gravação do xingamento do deputado aconteceu em uma reunião da ala do PSL que apoia o presidente da sigla, Luciano Bivar (PE) na quarta-feira (16) e foi vazada na quinta-feira (17). No encontro, deputados contaram que estavam sendo pressionados pelo presidente a assinar uma lista que iria destituir Waldir da liderança da bancada e substituí-lo por Eduardo Bolsonaro (PSL). 

Após a repercussão negativa do vazamento, Waldir recuou: “Nós somos Bolsonaro. Nós somos que nem mulher traída. Apanha, não é? Mas mesmo assim ela volta ao aconchego”, disse. Entretanto, o deputado voltou a chamar o presidente de “vagabundo” nesta sexta-feira.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Sobe, Lia, sobe.
João Alberto entrevista Larissa Lins
Como se preparar para as provas do SSA 3 da UPE
Pelé abre o jogo e fala sobre racismo, mil gols e sucessor
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco