Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

discussão

Resultado da Mega-Sena domina conversas na Câmara dos Deputados

Publicado em: 19/09/2019 10:54

Arquivo/Agência Brasil
A Câmara dos Deputados precisa terminar a discussão sobre o projeto de lei que afrouxa as regras eleitorais e pode inflar o fundo eleitoral, aumentando a possibilidade de caixa 2. Mas o assunto, desta quinta-feira (19), são os 49 assessores da liderança do PT que embolsaram R$ 120 milhões na Mega-Sena acumulada. O sorteio ocorreu nesta quarta (18), em meio à sessão que tratava do caixa 2.
 
Assessores comissionados e integrantes do quadro de servidores da Casa dividiram-se para conferir os números e nomes de quem fez as apostas no sorteio. O chefe de gabinete do PT, por exemplo, não participou. Cada um dos jogadores sai com mais de R$ 2 milhões no bolso, dinheiro suficiente para adquirir um imóvel mas não o bastante para a aposentadoria precoce. Mesmo quem acordou milionário levantou cedo nesta quinta para trabalhar.

No gabinete da liderança, próximo à lanchonete do Senac, no subsolo da Câmara, jornalistas fazem fotos e vídeos de quem entra e sai. Ganhadores preferem não dar entrevistas ou falar com a imprensa, mas quem perdeu a oportunidade faz chacota com os companheiros de trabalho. "A mulher do nosso colega está brava porque ele não apostou com a turma", alfineta um assessor petista.

Quem não jogou explica o motivo: "É muito improvável ganhar. Normalmente, joga-se R$ 30, R$ 40, R$ 50... E é normal que os bolões tenham mais chances. Mas parece muito distante da realidade", explica uma assessora. Não haverá evento de comemoração nas imediações da Câmara, mas a turma de vencedores se prepara para montar um grupo no WhatsApp a fim de organizar-se para buscar o prêmio.

Brincadeiras: "Há vagas"
Duas pautas tomam conta do plenário da Câmara dos Deputados, nesta quinta-feira: o aniversário de Feira de Santana, na Bahia; e um evento de conscientização sobre distrofias musculares. Mas o assunto do dia são os vencedores. Em gabinetes da base governista, a brincadeira já começou: "há 49 vagas para assessores aqui na Câmara", ataca um servidor. 
 
A provocação não está tão longe da realidade. "Cada um ganhou R$ 2,4 milhões. Você pode deixar o trabalho na Câmara a abrir uma empresa, uma loja, um foodtruck... Comprar um apartamento melhor, uma casa mais cheia de quartos e com piscina. Mas o dinheiro não é suficiente, com o alto custo de vida em Brasília, para que a pessoa não precise mais trabalhar", explica o cientista político Felippo Madeira, professor da Universidade Estadual de Goiás (UEG).

Cada cota custou R$ 10 no bolão vencedor. Deputados, alguns assessores e até o chefe de gabinete ficaram de fora. A notícia de que o bolão do PT faturou a Mega-Sena chegou para os assessores durante a discussão do projeto de lei que afrouxa as regras eleitoras e pode inflar o fundo eleitoral. A matéria pode ser votada ainda hoje, mesmo estando fora de pauta nesta manhã. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Segundo turno em PE: João Campos é eleito prefeito do Recife
Polícia Federal caça responsáveis por tentativa de ataque ao sistema do TSE
Apesar de empate em pesquisas, João Campos confia em vitória
Marília Arraes tem agenda intensa no dia que decide a eleição no Recife
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco