Agenda Provisoriamente, Eriberto assume governo do Estado e pela primeira vez uma mulher preside Alepe

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 11/09/2019 21:35 Atualizado em:

Foto: Divulgação (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
Devido à agenda no exterior do governador Paulo Câmara e a vice Luciana Santos, o presidente da Assembleia Legislativa, Eriberto Medeiros (PP) assume o comando do governo do Estado. O período tem início nesta quarta-feira (11) e se encerra no domingo (15).

Nesta quinta-feira, Eriberto participará, em seu primeiro dia como chefe de Executivo, da Caravana do 13º do Bolsa Família. O evento, que acontece no município de Barra de Guabiraba, visa apresentar o benefício aos contemplados e técnicos que gerenciam o programa.

Ainda na mesma data, o governador em exercício irá prestigiar o “Curso Novas Regras - Eleições Municipais 2020”, realizado  pela Escola do Legislativo da Alepe em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE). O programa, que já está em sua 4ª edição, acontecerá em Garanhuns e tem como intuito revisar as principais alterações na legislação eleitoral e orientar servidores públicos, candidatos ou não, a evitar atos ilícitos. 

“Com muita descrição vamos fazer a nossa parte e colaborar com o governo durante esse período. Essa é a terceira vez que assumimos o governo interinamente, na gestão de Paulo Câmara, e contaremos com os deputados, secretários e entidades para que possamos, dentro de um curto prazo, fazer o que for possível pelo Estado”, afirmou o presidente da Alepe. 

Eriberto Medeiros repassou, nesta quarta-feira, o cargo à vice-presidente da Alepe, deputada Simone Santana (PSB), em uma breve solenidade no seu gabinete. A cerimônia contou com a presença de vários deputados.

Simone é a primeira mulher a presidir o Legislativo em 184 anos de história do Poder. A parlamentar enfatizou a responsabilidade da missão e afirmou se tratar de “uma possibilidade de todas as pernambucanas se verem representadas no comando do Legislativo”.

“É a primeira vez que uma mulher assume essa responsabilidade e vejo como uma possibilidade de todas as mulheres pernambucanas se verem representadas. 
Pernambuco sempre teve essa postura de vanguarda, essa é uma Legislatura na qual temos um maior número de mulheres, temos um primeiro mandato coletivo, o da Juntas, que representa vários segmentos de mulheres. O fato de a gente estar assumindo a presidência do Legislativo é de extrema importância. É simbólico, por pouco tempo, mas de extrema importância”, ressaltou.

Simone Santana presidiu, por quatro anos, a Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Alepe. A deputada redigiu a Ação Formativa Mulheres na Tribuna - Adalgisa Cavalcanti, criada por meio da Resolução nº 1.375/16, como ferramenta de estímulo à participação feminina nos espaços de poder.
 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.